quinta-feira, 8 de abril de 2021

VÍDEO: Sobreviventes do Holocausto presos cantam o Hino Nacional de Israel

 

Sobreviventes do Holocausto cantam o hino nacional israelita, sabendo que seriam presos por tentar entrar na Palestina (1) sob mandato britânico e no futuro Estado judeu.

É 1945. Passageiros de um navio chamado “Unafraid” (Destemido), cheio de sobreviventes do campo de concentração de Buchenwald, acabavam de ser informados de que seriam presos por tentarem entrar na Terra de Israel. Os passageiros saem do esconderijo, erguem a bandeira israelitave cantam Hatikva (A Esperança), o futuro hino nacional do futuro Estado de Israel. Este vídeo, do filme The Illegals, é tão inspirador! Como o primeiro-ministro Netanyahu afirmou repetidamente, não haverá outro Holocausto - o Estado de Israel e as Forças de Defesa de Israel farão com que assim seja!

 


Via:


Hoje é o Dia da Lembrança do Holocausto. O IDF (Forças de Defesa de Israel) vela para que não haja outro Holocausto. Por muito que comunistas, islamistas, nazis, ocultistas de várias correntes, fanáticos religiosos da teologia da substituição, e outras forças das trevas o desejem, NÃO HAVERÁ OUTRO HOLOCAUSTO.


Hatikva

Kol ʻaod baléváv pê'nīmá
Nêfêsh Yê'húdī homiyá
Ul'faâtéi miz'rách kádīmá
ʻAyin le'Tziyon tzofiyá
ʻAod lo av'dá ṭikváténu
Ha'Ṭikvá bat shnot alpayim
Lihiyot ʻam chof'shī bê'artzéinu
Êrêtz Tziyon vi'Yerushálayim

Esperança

Enquanto dentro do coração
De cada alma judia palpitar
E na direcção do Oriente
Os olhos se dirigirem
Ainda não passou nossa Esperança
Esperança que tem dois mil anos
De sermos um povo livre em nossa Terra
A Terra de Sião e Jerusalém

 

 Génesis 12
2Eis que farei de ti um grande povo: Eu te abençoarei, engrandecerei teu nome; serás tu uma bênção! 3
Abençoarei os que te abençoarem, amaldiçoarei aquele que te amaldiçoar. Por teu intermédio abençoarei todos os povos sobre a face da terra!


 


(1) O nome da terra de Israel - Eretz Yisrael - era então, oficialmente, Mandato Britânico da Palestina, um nome inspirado na nomenclatura de outros ocupantes, os Romanos, que chamaram a Israel "Síria-Palestina" - leis sff:

 

A Mentira Soviético-Palestina 


Israel, a encarnado, a "potência imperialista" que ocupa 0,4% do Médio Oriente:

 


Porque 99,6% não chegam, quando o ódio aos judeus é a única razão para viver. 

 

Tamanho de Israel (Estado nativo) comparado com o Estado colonial australiano, erguido sobre o genocídio  dos povos nativos:

A Austrália, como todos os países do mundo, acha-se no direito de mandar em Israel, de decidir que Israel deve dar o poder aos bárbaros e terroristas e deixarem-se massacrar paulatinamente.

 

terça-feira, 6 de abril de 2021

VÍDEO: "Palestinos" usam metralhadoras para protestar contra eleições

 

 

"Palestinos" usam metralhadoras para protestar contra eleições

Na sua campanha eleitoral, os "palestinos" dispensam discursos de campanha e protestos pacíficos, marchando pelas ruas, disparando armas automáticas para o ar.  

A Autoridade Palestina está a preparar as suas primeiras eleições em quase uma década e meia, que podem ou não vir a acontecer.  

Enquanto Israel tem um processo político robusto e eleições livres, os "palestinos" intimidam os candidatos brandindo armas e disparando metralhadoras para o ar. Esperemos que pessoas inocentes permaneçam seguras no meio de tal loucura.

 

Homens armados continuam a mostrar o seu descontentamento com o processo eleitoral "palestino" (...)



 Via:

 

COMENTÁRIO

Durante séculos, ninguém se preocupou com a Terra de Israel, habitada pelo seu povo nativo, os judeus, e sucessivamente ocupada por potências estrangeiras (as duas últimas o Império Otomano e o Império Britânico). 

Quando perceberam que Israel poderia reconquistar a sua independência, o mundo árabe e islâmico invadiu Israel com colonos hostis (como está a fazer actualmente na Europa) e Israel nunca conheceu um dia de paz desde há mais de um século.

Israel cedeu 88% do seu território aos invasores: o país inventado a que chamamos Jordânia". Mas os Árabes não estão contentes. Querem todo o pequenino Estado judaico. Para isso, muçulmanos e comunistas inventaram a patranha da "Palestina", um país que nunca existiu.

Israel (estupidamente!) não correu com esses invasores, dois milhões de inimigos  e de terroristas dentro das suas fronteiras, que tudo fazem para destruir o único Estado judeu do mundo. Israel sustenta-os, dá-lhes territórios autónomos e oferece-lhes até a independência e metade de Israel (eles recusam sempre, pois querem TODO o Israel).

Quanto à esquerda, ama com paixão os bárbaros  e odeia com igual paixão a única democracia do Médio Oriente: Israel!

 

A Mentira Soviético-Palestina 


Israel, a encarnado, a "potência imperialista" que ocupa 0,4% do Médio Oriente:

 


Porque 99,6% não chegam, quando o ódio aos judeus é a única razão para viver. 

 

Tamanho de Israel (Estado nativo) comparado com o Estado colonial australiano, erguido sobre o genocídio  dos povos nativos:

A Austrália, como todos os países do mundo, acha-se no direito de mandar em Israel, de decidir que Israel deve dar o poder aos bárbaros e terroristas que vemos em acção no vídeo acima, e deixar-se massacrar paulatinamente.

 

segunda-feira, 5 de abril de 2021

Jill Biden: "Si, Se Pwadway!"

 

A senhora Biden parece apostada em fazer concorrência ao marido em matéria de gafes. Em frente à bandeira do United Farm Workers, inspirada na iconografia nazi, Jill Biden tenta estabelecer relação entre a administração Biden, defensora do regime de fronteiras abertas, e a associação de trabalhadores fundada por Cesar Chavez, falecido em 1993, que defendia que a imigração ilegal na fronteira sul era a maior ameaça para o trabalhador americano.

Como se não bastasse, numa intervenção desastrosa, bem à maneira do seu marido (esse já declaradamente senil), Jill Biden resolve "falar Espanhol" e atira com o slogan “Si, Se Pwadway”, tentando dizer "Si, Se Pude!":


 

“Ver Jill Biden incapaz de dizer três palavras em Espanhol básico faz-me sentir falta de Melania Trump, uma extraordinária primeira-dama que é fluente em cinco idiomas”, twittou o jornalista australiano Nick Adams.
A bandeira não é nazi (obviamente!) mas foi inspirada nos símbolos nazis, o que torna ainda mais patética esta intervenção da Esposa do falsário corrupto que passa por ser "Presidente" dos Estados Unidos.

Soubemos disto pelo Israel 365News. Toda a gente pode enganar-se, mas... imagine-se o que a jornaleirada amestrada diria se Melania Trump fizesse figurinhas destas.

Aliás, família tão distinta nunca jamais se viu:


Joe Biden DELIRANTE pede "fatos de voo para pilotos de guerra grávidas"

"Vejam como eu subo e como ele tropeça" - Biden, 2020

Mais provas do conluio China-Bidens

Hunter Biden em mais escândalos de corrupção, drogas e abusos sexuais

Jornalistas e feministas encobrem agressor sexual Joe Biden

Etc, etc, etc....

domingo, 4 de abril de 2021

Teste Covid de 20 segundos de Israel recebe luz verde na Europa


 
O teste corona inovador desenvolvido por Israel pode ser a chave para ajudar o mundo a voltar ao normal!  
 
Uma empresa israelita recebeu aprovação da União Europeia para lançar o seu teste rápido de coronavírus, que fornece resultados em apenas 20 segundos!  
 
Este teste rápido pode mudar o jogo, ajudando o mundo a voltar ao normal, permitindo que as pessoas voem internacionalmente e participem em grandes espectáculos e eventos desportivos.  
 
Assista e saiba mais sobre este teste inovador de coronavírus super rápido:
 
 


Veja também:


Israel inicia produção de spray nasal para matar COVID

 

VÍDEO: Pastor expulsa autoridades que tentam fechar igreja no Domingo de Páscoa

Ainda ontem demos conta de mais um caso; o "novo normal":

Polícia de Londres invade igreja e proíbe Missa de Sexta-Feira Santa (VÍDEO)

 

Polícia canadiana tenta fechar a Igreja na Páscoa por violações de Covid, pastor expulsa-a

As restrições covid no Canadá estão a ser aplicadas com mão de ferro e não há como escapar delas, nem nas igrejas se está a salvo.

 

Um recente vídeo viral mostra inspectores de saúde canadianos sob escolta policial entrando numa igreja polaca. 

Observando que eles não têm um mandado, o pastor passa a instruí-los a sair. 

O pastor Artur Pawlowski da Igreja da Caverna de Adullam em Alberta, Canadá, pode ser ouvido recusando-se a negociar com os inspectores de saúde até que lhe forneçam um mandado. 

“Saiam da propriedade, seus nazis! A Gestapo não é permitida aqui!”, grita o pastor. “Os nazis não são bem-vindos aqui!”,  Pawlowski gritou enquanto as forças de segurança recuavam. 

“Intimidar as pessoas na igreja durante a Páscoa! ... A festa cristã mais sagrada do ano ... O que há de errado com estes psicopatas doentes?!” ele pode ser ouvido dizendo depois e os polícias deixarem o local.

 

 Traduzido de:



RAYMOND IBRAHIM, um site obrigatório

 

Começaram pelos judeus, em Nova Iorque, onde o mayor comunista Bill de Blasio e o governador comunista Andrew Cuomo mandaram a Polícia fechar sinagogas, escolas e lojas pertencentes a judeus. Neste Natal já se viu, por exemplo no Reino Unido, a Polícia a invadir casas e a distribuir "fruta" onde havia mais  que os 5 convivas permitidos. Agora, em plena Semana Santa do Cristianismo, os polícias são mandados invadir igrejas.

Isto passa-se no Mundo Livre. Se formos para terras de Islão, temos atrocidades como as que o cristão egípcio refugiado nos Estados Unidos, Raymond Ibrahim, relata diariamente, no seu site homónimo.

Igrejas queimadas e obscenamente profanadas,  fiéis assassinados e estuprados em pleno templo, o ISRAEL 365 NEWS costuma publicar os relatórios mensais de Ibrahim. Os cristãos são o grupo religioso mais perseguido em todo o mundo nos tempos que correm. E agora com Biden ainda mais.

Os números são tão esmagadores e as atrocidades tão chocantes que tudo acaba por ser visto como um filme de terror ao qual não pertencemos. Mas por este andar, lá chegaremos.

 


sábado, 3 de abril de 2021

Polícia diz que ataque islamista ao Capitólio não é terrorismo

 Para completar:

Supremacista Negro islamista ataca Capitólio; Esquerda diz que foi um Branco apoiante de Trump

Racista Negro muçulmano ataca Capitólio e mata um polícia


Polícia de DC diz que ataque islâmico com veículo e faca contra a Polícia pelo apoiante de Farrakhan Noah Green na Sexta-Feira Santa não parece ser terrorismo 

Um polícia do Capitólio morreu e outro ficou ferido depois de um indivíduo ter atirado o seu  veículo contra uma barricada da Polícia em frente ao prédio do Capitólio na tarde de sexta-feira e saiu de seu carro com uma faca. O assassino, mais tarde identificado como Noah Green, foi morto a tiros pela Polícia no local.

 

 

Noah Green é um muçulmano devoto e seguidor do líder da Nação do Islão, Louis Farrakhan. Recentemente, ele recebeu um prémio da Nação do Islão:

Noah Green cometeu este ataque terrorista na Sexta-feira Santa, um dos dias mais sagrados do calendário cristão.

 

@robbystarbuck

Os media estão apenas a divulgar o nome de terrorista do Capitólio "Noah Green, do Indiana", sem uma foto, sem referirem o facto de ele ter atacado na Sexta-feira Santa ou o facto de que ele é um seguidor fanático de Louis Farrakhan + Nação do Islão. Porque é que eles não estão a dar os detalhes que normalmente dariam? 🤔

 

A polícia de DC não acredita que o incidente tenha relação com terrorismo. Parece uma avaliação muito rápida.

O The Heavy relatou:  

O chefe Robert Contee da Polícia Metropolitana de Washington disse na entrevista colectiva à tarde que a unidade de homicídios está a assumir a investigação em conexão com a "morte a tiros ocorrida, bem como a morte do polícia". Ele disse que não há uma "ameaça contínua".  

Contee disse que não parece ter relação com o terrorismo, mas a Polícia continuará a investigar. A MSNBC relatou que a Polícia não acredita que Green esteja vinculado a uma trama maior, pelo menos preliminarmente. (...)

 

Via:

 

 


"Eu sou Jesus" - proclama líder da Nação do Islão

Louis Farrakhan é um admirador de Hitler, apela regularmente a que os gays sejam decapitados e expressa publicamente o seu desejo de que os Estados Unidos sejam completamente arrasados. Repete os libelos anti-semitas dos Protocolos dos Sábios do Sião e, especialmente por isso, é simplesmente adorado pela esquerda norte-americana, pela extrema-esquerda e pelos neo-nazis.

 

O muçulmano Obama com o muçulmano Farrakhan:


O conhecido estuprador, pornógrafo, gangster e proxeneta Snoop Dogg, também seguidor de Farrakhan, assume-se como a reencarnação de Bob Marley. Louis Farrakhan assume-se como Jesus Cristo em pessoa, e afirma que veio à Ter para acabar com os judeus.

Snoop Dog: Gangster, estuprador, proxeneta, racista, islamista, antissemita, ídolo das massas

 



 

Supremacista Negro islamista ataca Capitólio; Esquerda diz que foi um Branco apoiante de Trump

 Na sequência de:

 

Racista Negro muçulmano ataca Capitólio e mata um polícia

 

CALMA, NÃO VAMOS TIRAR CONCLUSÕES PRECIPITA...


EEEEEE... FORAM MUÇULMANOS!

 

Jornaleiros amestrados e esquerdopatas em geral ficaram em êxtase aquando do massacre islamista no Colorado, pensando que finalmente tinham um ataque terrorista dos "supremacistas Brancos:


Depois foi-se a ver e tratou-se de um massacre islamista de um militante do ISIS. Imediatamente avançou a versão do "pobre jovem com problemas mentais causados pelo racismo, pelo capitalismo, pela islamofobia e companhia".   
Ontem, um muçulmano seguidor da seita islamista supremacista Negra, racista e pró-terrorista Nação do Islão, atropelou e esfaqueou dois polícias no Capitólio, nos Estados Unidos. 

 


Racista Negro muçulmano ataca Capitólio e mata um polícia

Chamando-se o senhor Noah Grene e não Muhammad qualquer coisa, a esquerda e os jornaleiros desataram logo a festejar. Mas assim que se soube que o terrorista é muçulmano, adivinhe o que aconteceu... Claro! É "um pobre jovem com problemas mentais causados pelo racismo, pelo capitalismo, pela islamofobia e companhia"!


Esquerdistas correm a reivindicar que o atacante da Polícia do Capitólio é "apoiante Branco de Trump" ... O suspeito é na verdade um jovem negro 


Jornalistas e activistas de esquerda correram para as redes sociais para apostar que o homem que atacou a Polícia do Capitólio, matando um agente, na sexta-feira, era um “apoiante branco de Trump” - mas estavam errados, como sempre.  

O agressor é um jovem negro. Um polícia do Capitólio morreu e outro ficou ferido depois de um suspeito ter atirado o seu carro contra uma barricada da Polícia em frente ao Capitólio na tarde de sexta-feira. O indivíduo saiu do seu veículo armado com uma faca.

 

O suspeito do ataque também foi morto. Numa conferência de imprensa, a Polícia do Capitólio disse que "o suspeito não estava no radar da Polícia do Capitólio dos EUA antes do ataque, mas o ataque não parece estar relacionado com terrorismo".

Assim que foi anunciado que a Polícia não acreditava que fosse terrorismo, a esquerda correu para gritar "racismo".

 

Triunfal, este esquerdista escreve: "TRADUÇÃO: FOI UM BRANCO"

 

Outro esquerdista: "'NÃO PARECE TER SIDO TERRORISMO'. Entãoooooooo ele era branco".

Outra vítima da lavagem cerebral mediática esquerdista cita o chefe da Polícia e também conclui que o terrorista era Branco e apoiante de Trump.

Este outro omnisciente esquerdista (passe a redundância) afirma: "SEM TER A MÍNIMA INFORMAÇÃO ACERCA DESTE 'INCIDENTE DE SEGURANÇA' NO CAPITÓLIO, AVANÇO JÁ QUE SE TRATA DE TERRORISMO NACIONALISTA BRANCO"

 

Quando é que eles aprenderão a esperar até que os factos apareçam antes de divulgarem sua narrativa do “homem branco mau”? (...)

 

Via:

 


Felipe Neto recomenda SODOMIA

  Olavo de Carvalho avisou - é atrás das crianças que eles andam! Felipe Neto, o ídolo da juventude, o queridinho do Sistema, o modelo para ...