sexta-feira, 31 de julho de 2020

O Comunismo/Socialismo e a Estupidez Humana


Há quem passe uma vida a defender e a votar pelo Socialismo/Comunismo, mas não se disponha jamais a dedicar duas horas e meia a  conhecer a História sangrenta dessa ideologia - nem mesmo quando a papinha é toda feita e apresentada em documentário: Comunismo/Socialismo, a História de Uma Ilusão.
"Ora, ora... documentários...", riem-se eles. Nenhuma quantidade de provas chega para convencer um imbecil.
O Comunismo/Socialismo já matou mais de 100 milhões de pessoas inocentes (sem contar com as vítimas do Nazismo/Nacional Socialismo/Comunismo Alemão). Mas os seus adeptos não se dispõem a ler O Livro Negro do Comunismo, nem mesmo quando está disponível de graça na Internet.
Nem mesmo a versão em áudio-livro os convence!
Qualquer pessoa pode conhecer a triste realidade dos regimes socialistas/comunistas, não só dos que já passaram como dos actuais. Mas a estupidez é obstinada, o orgulho fala mais alto, e, acima de tudo, os socialistas/comunistas, não querem abrir mão de uma ideologia que lhes fornece desculpas para todos os falhanços e frustrações pessoais.
É esse o apelo principal do Comunismo/Socialismo: arranjar culpados para os maus resultados das nossas más escolhas. Não nos deve portanto admirar que o Socialismo/Comunismo continue a ter tantos adeptos.
Mais depressa nos cobrirão de insultos (e se possível de pancada) do que descerão do seu orgulho para ver este vídeo:

 

A estupidez em todo o seu esplendor:




Afinal, ainda há milhões de apaixonados pelo Nazismo, que acreditam piamente que a Alemanha Nazi era um paraíso, que o Holocausto nunca existiu, que Hitler não invadiu países nem massacrou populações inteiras apenas para afirmar a superioridade da "raça alemã". Indivíduos morenos, ou mesmo pardos, conseguem auto-iludir-se com o Nazismo.

Boa parte dos socialistas/comunistas seriam sumariamente executados em países como a Coreia do Norte ou a China - por exemplo por serem consumidores de drogas, homossexuais, adeptos dos estilos de vida mais desbragados. São esses que mais pugnam pelo Socialismo/Comunismo.
Nos países da Cortina de Ferro, os cidadãos arriscavam a vida para fugir do Comunismo/Socialismo. Hoje, continuam a arriscar a vida para fugir de Cuba, da China, da Coreia do Norte.
Mas os iluminados da extrema-esquerda não se impressionam. Acreditam, na melhor das hipóteses, que o Socialismo/Comunismo que eles querem implantar, vai ser "diferente", baseado no ambientalismo, no anti-racismo, na liberalização das drogas, uma espécie de Festa do Avante!, um de Woodstock, uma eterna curtição onde não terão de trabalhar.
Vimos alguns exemplos desses paraísos terrestres recentemente nos Estados Unidos, por exemplo em Seattle, onde alguns milhares de comunistas, hippies, gangsters, drogados e dementes se juntaram para produzir uma maravilhosa Utopia de morte, violência, insalubridade, caos e loucura.


Raz Simone, o gangster, senhor da guerra e rei de CHAZ/Seattle, uma das mais recentes experiências socialistas, que se saldou, como sempre, em violência, miséria e morte.


Nada demove os extrema-esquerdistas. regra geral adeptos do Satanismo e de outras correntes new-age (visite a nossa secção dedicada ao Ocultismo, Nazismo, New-Age, Comunismo e ideologias afins) acreditam-se moralmente superiores ao vulgo da espécie humana, porque eles "preocupam-se, pá!".
Já nós, pessoas pacíficas, que trabalham, que cumprem as leis, que contribuem para a sociedade, somos vistos por eles como uns fascistas de coração empedernido, que "não se preocupam".
Vivemos no Mundo Livre, moldado pela Civilização Judaico-Cristã. Os extrema-esquerdistas conseguem descortinar apenas defeitos no Ocidente, e apenas virtudes no Mundo Comunista e no Mundo Islamista.
O Islamismo é muito pior que o Comunismo/Socialismo e o Nazismo. Mas  as pessoas da extrema-esquerda, no seu incomensurável snobismo intelectual, no seu gosto infantil em contrariar, na sua frustração raivosa, conseguem aprovar o Islamismo, um sistema em que se violam crianças, se mutilam e matam mulheres, se executam pessoas por "crimes" tais como abandonarem o Islão ou serem ateus, um cortejo de horrores que também só não conhece quem não quer. E há muita gente que não quer!
Ao fim e ao cabo, o Mal é muito mais atractivo, muito mais excitante que o Bem. Cumprir a Lei, trabalhar, ser um bom filho, um bom pai, um bom marido, é uma seca.


Graças à Internet, estamos a ver muita juventude a fugir da programação esquerdista.


Estudar, aprender, ir além das citações simplistas de Marx e dos slogans do Bloco de Esquerda, dá muito trabalho e não é sexy. Ludwig von Mises não tem o apelo revolucionário, épico e destrutivo de Marx. (Já agora: uma das razões apontadas por muita gente para odiar judeus, é que Marx, apesar de ser de família cristã, era de origem judaica; pois bem, Mises também era de origem judaica, como tantos outros combatentes anti-comunistas).

A sempiterna t-shirt do genocida racista Che Guevara é envergada  pelos terroristas islãmicos e pelos jovens de classe média no Mundo Livre, absolutamente simpáticos ao antissemitismo e à jihad.

O que dá pica é consumir drogas, ir para a rua partir tudo, gritar pelo Comunismo, pelo Islamismo e pela destruição do sociedade, e ainda ter auto-complacência, narcisismo e descaramento para proclamar autoridade moral, adquiridos na luta contra moinhos de vento como o aquecimento global antropocêntrico ou o chamado racismo sistémico.
Papel essencial em tudo isto desempenham, por um lado, os jornalistas, praticamente todos ao serviço da extrema-esquerda e da islamização. Milhões de pessoas seguem os ditames dos jornalistas e aceitam passivamente abrir mão de direitos fundamentais e colocar o poder nas mãos dos políticos de esquerda - a China comunista de hoje dá-nos uma ideia perfeita do que nos espera se perdermos esta guerra.
Os jornalistas e a sua propaganda vil conseguem convencer milhões de pessoas de que são racistas embora não o saibam, de que o planeta vai estar em chamas daqui a um ano se não regressarmos rapidamente à Idade Média, de que devemos ficar todos em casa e morrer de fome para não contrairmos o coronavírus, de que ter-se medo da invasão islâmica é ser-se racista, etc., etc., etc.
A Internet veio virar o jogo e levar a verdade a milhões de pessoas. Infelizmente, gigantes como o Google, o Twitter, o Facebook, o Youtube, foram comprados pela extrema-esquerda e pelos islamistas, e a luta pela Verdade e pelo Bem tornou-se muito mais difícil. Além do mais, grossas fatias da população preferem as teorias da conspiração habilmente espalhadas na Internet pelos mesmos, não se ralando nem um bocadinho com a enfadonha realidade dos factos.


Já não é de uma luta entre Esquerda e Direita que se trata. Esta é verdadeiramente um luta derradeira entre o Bem e o Mal.
Quando vemos o vídeo acima (do Amy Horowitz, mais um malandrão de um judeu...) e conhecendo o poder brutal da estupidez humana, não se pode dizer que as coisas se afigurem de feição para o lado do Bem. Eles têm todo o dinheiro (o dinheiro do petróleo do Qatar, por exemplo, serve para comprar a maior parte dos políticos e dos jornalistas). Nós temos meia dúzia de pessoas que, como nós, nas horas vagas se dedicam a este sacerdócio. E que em troca recebem muitas vezes risos de desdém, acusações de "fomentar o ódio", ameaças de morte e outras amabilidades. Às vezes dá vontade de deixá-los seguir os seus flautistas de Hamelin e vê-los a despenharem-se alegremente no abismo que escolheram. Valha-nos Deus...

- Veja também:


O ditador comunista da Venezuela (gordo e luzidio) afirma que as crianças do seu país morrem de desnutrição propositadamente.

Nicolas Maduro manda atropelar o povo faminto

O Socialismo na Sua Mais Simples Expressão

quinta-feira, 30 de julho de 2020

Alemanha: Gangue africano ataca alemão - alemão é preso

O "novo normal" na Europa pós-colonial colonizada:




https://barenakedislam.com/2020/07/29/germany-african-muslim-gang-attacks-german-guy-german-guy-gets-arrested/


EUA: Candidata muçulmana não pára de rir do vídeo de um polícia a ser agredido

APROVADO por Hillary Clinton: Candidata muçulmana pelo Illinois não pára de rir do vídeo de um polícia a ser agredido

Gateway Pundit - Militantes de extrema-esquerda e membros dos Antifa estão a comemorar o vídeo do ataque.
A ex-secretária de Estado Hillary Clinton apoia a muçulmana Hadiya Afzal, que odeia a América.
Veja o vídeo do ataque ao agente no BARE NAKED ISLAM


Terrorismo de extrema-esquerda em Portland:


Aqui é em Nova Iorque, onde o poder do Partido Democrata (hoje nas mãos da extrema-esquerda e dos islamistas) também está  a fazer tudo para extinguir a Polícia e fomentar a guerra civil, para abrir caminho à Revolução:



A candidata política democrata em Illinois diz:
"Estou a assistir ao vídeo do ataque ao polícia há 15 minutos e a rir sem parar"



Fez-nos lembrar esta outra muçulmana, nas altas esferas do Partido Democrata por ser muçulmana:

 

E mais e mais e mais na nossa secção

ESTADOS UNIDOS

quarta-feira, 29 de julho de 2020

França: Muçulmano assassina mulher-polícia (Imprensa ignora)

"FAZ GUERRA CONTRA OS NÃO-MUÇULMANOS E MATA-OS ATÉ ELES SE SUBMETEREM E ATÉ A ÚNICA RELIGIÃO SER O ISLÃO".
Alcorão: 8:39

  O ISIS emitiu este apelo:

    "Então, oh muwahhid, não deixeis de entrar nesta batalha onde quer que estejais. Deveis atacar os soldados, os líderes e as tropas do tawaghit. Golpeai as suas polícias,  o seu pessoal de segurança e de serviços de informações, bem como os seus agentes traiçoeiros. Destrui-lhes as vidas.  Fazei-lhes a vida amarga. Se puderdes matar um americano ou europeu infiéis - especialmente o francês rancoroso e imundo - ou o australiano, ou o canadiano, ou qualquer outro infiel dos infiéis que fazem a guerra, incluindo os cidadãos dos países que tenham entrado numa coligação contra o Estado Islâmico, então, confiai em Alá e matai-o de qualquer forma... Se não conseguirdes encontrar uma pistola ou explosivos, não deixeis de atacar o americano infiel, ou o francês ou qualquer um dos seus aliados. Esmagai-lhes as cabeças com uma rocha, ou matai-os com uma faca, ou executai-os com o vosso carro, ou atirai-os de um lugar alto, ou estrangulai-os ou envenenai-os."


...............................................................

P.P.S.: 167.000 mortos pelos ataques islâmicos em 40 anos. Em França, 317 mortes em 71 ataques - atropelamentozitos como este nem contam, ó jornaleiros amestrados a soldo do Islão. VEJA TAMBÉM:

De Charlie Hebdo a Nice: 5 anos de terrorismo islâmico

 

POST-SCRIPTUM:  Parece que os jornalistas islamizadores, na sua costumeira hipocrisia a soldo, andam a verberar-nos, alegando que "a Imprensa não ignorou" esta morte. Temos até agora 1126 posts neste blogue e mais de 3000 no Amigo de Israel 1.0, que esteve censurado 6 meses, o que nos fez criar este.

O nosso post de resposta (se bem que essa maltosa não mereça...):

Resposta a jornalistas-dhimmis para todo o serviço


O dhimmi de serviço recebeu ordens para nos atacar, e qualquer coisa serviria.
Mais de 4 mil posts, a maior parte dos quais focando a realidade do Islão, com vídeos das atrocidades islâmicas, da invasão e colonização islâmica, com traduções das Escrituras islâmicas e vídeos dos discursos dos clérigos islâmicos.
Tudo absolutamente documentado e indesmentível.
Não achando nada para pegar, o dhimmi de serviço recorreu à sofisma.
"Ah, porque a Imprensa não ignorou! Houve dois jornais que falaram do assunto e uma televisão que deu 18 segundos às 20 horas".
MAS NÓS MESMOS CITÁMOS ESSE TRATAMENTO EXÍGUO E CANALHA DESTE CASO POR PARTE DA IMPRENSA! JORNALEIROS HIPÓCRITAS!

Todos os dias, e falando só da França, recebemos através do DREUZ, do EUROPE-ISRAEL, do Midilibre, notícias da barbárie islâmica no país. Os jornalistas omitem tudo quanto podem e retêm os nomes dos perpetradores (até há um movimento em França denominado #LESNOMS,  a pedir que os mesmos sejam divulgados, que acabe o encobrimento).
Aí na barra lateral temos em destaque os sites RIPOSTE LAIQUE e OBSERVATOIRE DE L'ISLAMIZATION (há mais, mas os hackers a soldo da extrema-esquerda e do Islão mandam-nos abaixo). Mas dhimmi de serviço resolveu desinterpretar a justíssima expressão "a Imprensa ignorou".


Na verdade, Melanie teve direito a 18 segundos no noticiários das 20 horas na TF1. E duas referências em jornais. 
Poderíamos ter inserido esse detalhe no título, mas ficava muito longo, como ficou o título original no EUROPE-ISRAEL:


Mas quem está de má-fé, agarra-se a tudo, sem o mínimo de vergonha.
Se algum blogue ou algum jornal escrever por exemplo "André Ventura arrasa Assembleia da República", devemos então concluir que é  mentira, porque o edifício continua de pé? Capazes disso são os jornaleiros, que pegaram numa foto da manifestação em que ele cumprimentava os apoiantes e declararam que estava a fazer a saudação nazi.
Como já consideraram que o João Tilly dava "notícias falsas" porque o número de mortos por culpa da histeria covideira não era exactamente 10 mil, como ele disse, mas se calhar 10 mil e setenta, ou 991...
Referimos (ver abaixo avivado a amarelo) que Melanie teve direito a 18 segundos às 20 horas na TF1, senhores jornalistas islamizadores!
E até publicámos um vídeo da cadeia de TV local France 3 Nouvelle Aquitaine!
Um título não pode conter a notícia toda. Os senhores, que estudaram para jornalistas, devem saber isso. Nós, amadores, até teríamos desculpa.
18 segundos para cumprir serviços mínimos foi o que deram a Melanie, na TF1. Pouco mais atenção teve dos media. E omitiram a identidade e a motivação do criminoso. Como sempre acontece com os "carros atropeladores", cujos condutores e suas motivações nunca ou quase nunca são referidos.

A Imprensa, como um todo, ignorou este caso, como  é costume.
Os jornalistas islamizadores encarregados deste servicinho sobrevoaram as dezenas de posts que indicamos abaixo, como sobrevoam os 670 milhões de mortos pelo Islão, um número que aumenta todos os dias, com a cumplicidade jornalística. O Jornalismo é hoje em dia uma gigantesca máquina de propaganda da extrema-esquerda e do islamismo.
TODOS OS DIAS em França, na Europa e no Mundo, a ideologia islâmica dita "radical" (mais mortífera que o Nazismo e o Comunismo combinados) mata, estupra, espanca, mutila, destrói, submete a Velha Europa, o Novo Mundo, Israel, a Austrália, a Nova Zelândia, a imensa e tão castigada África. Mas nós aqui, quando referimos um caso entre tantos - porque alguns temos de escolher para ilustrar o que se passa - merecemos a honra de sermos chamados mentirosos porque talvez devêssemos ter especificado no título "A maior parte da Imprensa" ou "a esmagadora maioria da Imprensa"...
São estes os "verificadores de factos", os juízes da Verdade que a Esquerda quer impor na Internet.

Conselho de amigo: os senhores jornalistas-islamizadores devem ter em mente casos como o do vosso camarada de ideologia e de profissão, James Foley, que até se converteu ao Islão e tudo.
Aqui o têm, na sua actividade de propaganda ao Islão mascarada de "Jornalismo", com o lencinho à terrorista e tudo:



 De nada lhe valeu, pois acabou decapitado pelos "amigos":

Os islamistas podem ter muitos defeitos, mas têm uma qualidade inegável: detestam traidores.

FIM DO POST-SCRIPTUM, SEGUE-SE O POST, NO QUAL NÃO ALTERÁMOS NEM UMA VÍRGULA:

Todos os dias temos notícias de franceses assassinados pelos colonos muçulmanos. Alvejados, decapitados, queimados vivos, atirados de prédios, atropelados (como esta mulher-polícia), mas a Imprensa francesa e internacional escondem tudo quanto podem. Os nomes dos assassinos muçulmanos são retidos pelos jornalistas, até ao limite.
Os jornalistas (quase todos de extrema-esquerda) estão oficialmente comprometidos com a islamização do Ocidente:

JORNALISTAS promovem Islamização da Europa


A mulher-polícia Mélanie Lemée, 25 anos, morta pelo delinquente Yassine E., que guiava drogado e sem licença ... 18 segundos às 20h na TF1, porque ela é branca
"O motorista que matou a Gendarme Mélanie Lemée de Lot-et-Garonne, tentava evitar a Polícia, após duas recusas de obedecer, conduzia sem licença. A licença de Yassine E. foi cancelada em 2019, após infracções de trânsito.

Além disso, esse delinquente de 26 anos, muito desfavorável conhecido pela Justiça, havia consumido narcóticos durante todo o dia. […]"
LA VOIX DU GENDARME





O Islão não reconhece qualquer autoridade não islâmica (Tribunais, Polícia, etc.). Além disso, segundo a lei islâmica, os muçulmanos gozem de total direito de assassinar infiéis. Por isso, este muçulmano não hesitou e matou a agente, aproveitando para ganhar pontos junto do deus Alá, que vê com muito bons olhos a jihad, a guerra santa de extermínio dos não muçulmanos:



"Ah, mas não são todos assim!". Não!!!, em França é capaz de haver 20 que não são "assim":

VÍDEO: Manifestação de muçulmanos em França contra o terrorismo

(Compareceram menos de 20 pessoas)

Não somos um blogue sobre a França. De vez em quando postamos alguma coisa sobre esse país tão influente e onde moram tantos portugueses, apenas para irmos dando uns apontamentos do que lá se passa com a islamização.
Se nos dedicássemos a relatar os ataques terroristas, os assassinatos, a destruição provocada pela invasão muçulmana de França, não faríamos mais nada.
Mostramos sempre os vídeos (quando os há, claro), citamos sempre as fontes, mas quem quer manter os olhos fechados continua a negar que a islamização esteja a causar problemas, em França ou seja onde for. A estas pessoas orgulhosas, nenhuma prova alguma vez convencerá. Vimos isto durante o advento do Nazismo. Quando acordarem (com a adaga islâmica sobre o pescoço) já será tarde!


Pior que os ignorantes, são aqueles que sabem alguma coisa e julgam que sabem tudo. Sabem que não se deve discriminar ninguém com base na religião (o que é verdade) e por isso insistem que não se deve dizer a verdade sobre o Islão. O Islão não é uma religião; o Islão é um sistema mais maligno e mais mortífero que o Nazismo.

 COMO O ISLÃO DESTRÓI AS SOCIEDADES
ISLÃO: MAIS DE 670 MILHÕES DE MORTOS INOCENTES
MIL MILHÕES DE MUÇULMANOS QUEREM A LEI ISLÂMICA SHARIA

Visite a nossa secção FRANÇA
Confira por exemplo estes posts:


Aeroporto de Gaulle ocupado: “A França não pertence aos franceses!”

Comerciantes franceses exigem medidas contra a Raiva de Ramadão

Massacre islamista na sede da Polícia de Paris

VÍDEO - Halloween, cenário de guerra em França

Réveillon euro-islâmico: queimas de carros aumentaram

(VÍDEOS) Argélia vence: Violência e pilhagem varrem França

Comemora vitória da Argélia atropelando (e matando) franceses

O mistério das igrejas em combustão espontânea

FRANÇA: Invasores muçulmanos atiram jovem francês para o esgoto

"Os 'migrantes' apedrejam-me e fazem sinal de que me vão decapitar"

"Se eu sou muçulmano, NINGUÉM deve beber álcool!

Islamistas espancam jovem francesa "em nome de Alá" (VÍDEO)

França: 12 "migrantes" espancam jovem branco (VÍDEO)

Paris: Brutal agressão islamista contra uma adolescente americana (VÍDEO)







França: Tribunais permitem o assassinato de judeus

Marine le Pen arrisca prisão. ISLÃO assim ordena...

Ataque terrorista em Lyon: ainda se pode?...

Terrorista de Lyon identificado

Notre-Dame: Especialistas confirmam fogo-posto

Confissões de um mestre-pedreiro francês

Ataque à Basílica onde jaz Charles Martel (mais um)

Notre Dame: Verdades, Mentiras e Ameaças

 

"Jihadistas divertem-se com o incêndio que consome a Catedral de Notre Dame em Paris, na França, compartilhando fotos das chamas nas redes sociais e comentários expressando a sua alegria".
INTEL

A França que se regozija com o incêndio da Notre Dame

França: Estátua da Virgem Maria decapitada

 

Líder dos estudantes franceses ri do incêndio da Notre Dame e quer gasear todos os brancos

Engenheiro-chefe da Notre-Dame "estupefacto" com tese de acidente

Quem se aventura a um passeio por Paris? - M.A.


França: voto muçulmano torna impossível vitória de um candidato não pró-islâmico

50 igrejas vandalizadas em França, só em Fevereiro 

Marselha: Mais um esfaqueador abatido pela Polícia


França: Sobrevivente do Holocausto queimada viva por muçulmano

Muçulmano aos gritos de "Allahu Akbar" esfaqueia mortalmente duas pessoas em Marselha

França: muçulmanos dentro, judeus fora

França: Polícia encobre execução de mulher judia por muçulmano

Recordando o Padre Hamel, decapitado por recusar submeter-se a Alá

O Massacre islamista de Carcassonne (França)

Americanas atacadas com ácido em Paris

Qatar - "Políticos franceses são os mais fáceis de comprar

Políticos COMPRADO$ pelo Islão (e baratinho!!!)



Veja enquanto a censura pró-islâmica não manda retirar:





O QUE O ISLÃO ORDENA*:

* - ENTRE OUTRAS MARAVILHAS...


Tu deves matar aqueles que insultam o Islão ou Maomé. Alcorão 33:57

Tu deves crucificar e amputar não-muçulmanos. Alcorão 8:12, 47: 4

Tu deves matar os não-muçulmanos para garantir receber as 72 virgens no céu. Alcorão 9: 111

Tu deves matar quem deixar o Islão. Alcorão 2: 217, 4:89

Tu deves decapitar não-muçulmanos. Alcorão 8:12, 47: 4
Tu deves matar e morrer por Alá. Alcorão 9: 5
Tu deves aterrorizar os não-muçulmanos. Alcorão 8:12, 8:60
Tu deves roubar e furtar os não-muçulmanos. Alcorão Capítulo 8 (Saque / Espólios de Guerra)
Tu deves mentir para fortalecer o Islão. Alcorão 3:28, 16: 106
Tu deves lutar contra os não-muçulmanos, mesmo que você não queira. Alcorão 2: 216
Tu NÃO deves tomar os não-muçulmanos como amigos. Alcorão 05:51
Tu deves chamar os não-muçulmanos de porcos e macacos. Alcorão 5:60, 7: 166, 16: 106
Tu deves tratar os não-muçulmanos como as criaturas mais vis, que não merecem misericórdia. Alcorão 98: 6
Tu deves tratar os não-muçulmanos como inimigos jurados. Alcorão 4: 101
Tu deves matar os não-muçulmanos por não se converterem ao Islão. Alcorão 09:29
Tu deves extorquir não-muçulmanos para manter o Islão forte. Alcorão 09:29.

ENTÃO MAS ISTO AINDA ESTÁ EM VIGOR?
Claro que sim! No Islão é PROIBIDO fazer qualquer reforma. Quem o tentar é condenado à morte. O Islão (uma ideologia mais assassina, genocida, maléfica e diabólica que o Nazismo e o Comunismo juntos) mantém-se no século 7. 

terça-feira, 28 de julho de 2020

Londres: Cristã espancada por muçulmanos por dizer a verdade sobre o Islão

O Speakers Corner é uma venerável tradição de Londres, um local onde todos podem dizer o que pensam, divulgar a sua mensagem, as suas opiniões, independentemente do tópico. Ou era, porque, com a islamização crescente do Reino Unido, os muçulmanos encarregam-se de fazer valer a lei islâmica, que proíbe que se diga a verdade sobre a ideologia mais mortífera e diabólica que a Humanidade já conheceu:



Saídos dos seus países medievais, que pararam no século 7, e desembarcados como soldados do Islão na Londres do século 21, os muçulmanos acham naturalíssimo que a lei inglesa deva vergar-se à lei islâmica sharia... e foram fazer queixa ao polícia:



O polícia é muçulmano, porque o Reino Unido insiste em que uma grossa fatia da sua Polícia deve ser constituída por muçulmanos. Com o coração pesado, o polícia explica que a pequena e frágil senhora não infringiu nenhuma lei, o que nunca entrará nas cabeças dos bárbaros.
Entretanto, os ocidentais, afogados num mar de indiferença e politicamente correcto, vão relativizando. Afinal, eles não decapitaram, não queimaram viva, nem crucificaram a senhora, como fazem aos cristãos lá na terrinha deles. Quando acordarmos, vai ser demasiado tarde. O Islão ordena o assassinato, a mutilação e a escravização dos não-muçulmanos:

Padre decapitado e cristãos queimados vivos e crucificados na Síria - como o Islão ordena:



https://www.raymondibrahim.com/2017/11/06/going-burn-alive-muslim-persecution-christians-june-2017/


 


Raymond Ibrahim é um cristão egípcio refugiado nos Estados Unidos que mostra tudo isto e muito mais.

Este post fica a na nossa secção REINO UNIDO. Fomos buscar a notícia ao BARE NAKED ISLAM, um dos muitos sites que diariamente expõem a verdade sobre o Islão. Em Português tem, por exemplo, o LEI ISLÂMICA EM AÇÃO.
Não se justifica que ainda haja ignorantes voluntários que desconheçam a ameaça islâmica.

Confira estes posts essenciais sobre o Islão:
COMO O ISLÃO DESTRÓI AS SOCIEDADES
MIL MILHÕES DE MUÇULMANOS QUEREM A LEI ISLÂMICA SHARIA

Abbas felicita Erdoğan por converter a Basílica de Santa Sofia em mesquita

Ele será como jumento selvagem; sua mão será contra todos, e a mão de todos contra ele, e ele viverá em hostilidade contra todos os seus irmãos".

Génesis 16:12


O líder da 'Autoridade Palestina', Mahmoud Abbas, telefonou para o presidente turco Recep Tayyip Erdoğan no domingo para o felicitar por transformar a icónica Catedral de Istambul, a Hagia Sophia, em mesquita.

De acordo com a Imprensa turca, o telefonema foi divulgado pela Directoria de Comunicações da Turquia, que publicou um comunicado alegando que, durante a conversa, Erdoğan reiterou a determinação da Turquia em continuar a apoiar a 'causa palestina'.

Em 10 de Julho, Erdoğan declarou que a "ressurreição" da antiga igreja Hagia Sophia como mesquita é um bom presságio para a "libertação" da mesquita Al-Aqsa em Jerusalém.

Construída no século VI EC pelo imperador bizantino Justiniano, a Hagia Sophia serviu como a maior igreja cristã do mundo durante quase 1.000 anos, até que Constantinopla (hoje Istambul) caiu para a conquista dos turcos otomanos em 1453.
Os turcos converteram a igreja em mesquita até 1935 , quando o presidente secular da Turquia, Mustafa Kemal Atatürk, o transformou em museu aberto a todos.



https://www.breakingisraelnews.com/155366/report-abbas-congratulates-erdogan-on-converting-hagia-sophia-cathedral-into-a-mosque/?utm_source=ActiveCampaign&utm_medium=email&utm_content=IDF+Troops+go+on+Daring+Mission+to+Recover+Ancient+Baptismal+Font&utm_campaign=BIN+-+PM+-+JULY+27%2C+2020



Não existem muçulmanos moderados - estádio cheio de adeptos turcos assobia o minuto de silêncio após o massacre islamista do Bataclan/Stade de France:





Visite a nossa secção TURQUIA, onde pode encontrar postagens como estas:

Polícia turca obriga muçulmanos a invadirem a Grécia

APANHADOS! Jornalistas FALSIFICAM fotos e vídeos dos invasores da Turquia

VÍDEO: Turquia declara 'Guerra Santa' à Europa e restabelecimento do Império Otomano

Islão domina Cristianismo: Basílica de Santa Sofia já é mesquita

Felipe Neto recomenda SODOMIA

  Olavo de Carvalho avisou - é atrás das crianças que eles andam! Felipe Neto, o ídolo da juventude, o queridinho do Sistema, o modelo para ...