segunda-feira, 8 de junho de 2020

Antifa e Black Lives Matter incendeiam igrejas e sinagogas (MAS NEM UMA MESQUITA)

Extrema-esquerdistas e muçulmanos continuam unidos para destruir os Estados Unidos, a Europa e todo o Mundo Livre. Islão e Comunismo jamais se impuseram sem ser pela guerra, pela violência, pela destruição, pelo caos, pelo genocídio.
Este vídeo mostra como a multidão de extrema-esquerdistas protege os comparsas muçulmanos para estes rezarem, durante as acções terroristas em curso nos Estados Unidos:

Igrejas e sinagogas estão a ser atacadas pela Santa Aliança Extrema-Esquerdista/Islamistas.
NEM UMA MESQUITA FOI (OU SERÁ) TOCADA
Eles odeiam o Deus dos cristãos e dos judeus. Mas amam o deus Alá, um deus de morte e terror, um deus adequado aos ideais de ambas as seitas.

Cá na Europa, a mesma coisa. Aqui é em França:

Note que os muçulmanos e os extrema-esquerdistas já mataram muitos inocentes nos motins em curso nos Estados Unidos. Muito mais do que vos conseguimos contar. Neste post falamos apenas da investida em curso contra igrejas e sinagogas.
No FrontPage Mag, Daniel Greenfield fez um primeiro apanhado, num artigo que leva o título de algumas das inscrições deixadas pelos terroristas após s ataques:

"DEUS MORREU" - Vândalos esquerdistas atacam igrejas e sinagogas
Os vândalos racistas atacaram a Igreja Episcopal de São João, um templo com 204 anos, onde todos os Presidentes dos Estados Unidos rezaram. Deixaram a igreja toda desfigurada com inscrições e tentaram incendiá-la:


A Catedral de São Patrício, venerável edifício de 142 anos foi desfigurado com obscenidades, as três letras BLM de Black Lives Matter, e "George Floyd":
Em Richmond, Virgínia,  a congregação judaica Beth Ahabah, com 225 anos, teve as janelas do seu edifício esmagadas. Todo o prédio está coberto por contraplacado. 
A Igreja Episcopal de São Paulo, um edifício de 175 anos, também em Richmond, foi desfigurada com inscrições.
Também em Richmond partiram todas as janelas da West Broad Church of Christ, uma congregação afro-americana. Só  deixaram intacto um vidro, com a palavras "Bem-vindo".


A Basílica da Imaculada Conceição, em Denver, um edifício de 108 anos, esteve no centro de alguns dos tumultos, incluindo o atropelamento de três polícias em Denver, e sofreu danos permanentes. As paredes também foram vandalizadas com graffiti a dizer "PEDÓFILOS" e "DEUS MORREU".

 
O edifício teve também as janelas partidas e os portões destruídos.
Em Los Angeles, as paredes da Congregação Beth Israel foi alvo da fúria dos desordeiros.


Em Los Angeles, para além dos gritos de "MORTE AOS JUDEUS!", acumulam-se as provas de que os 'pogroms' foram previamente preparados.

Inscrições "VAMOS TIRAR-VOS O VOSSO $$$" e "MATEM OS JUDEUS":


Os manifestantes também atacaram A Catedral de Nossa Senhora do Monte Líbano, uma igreja católica maronita em Los Angeles. A catedral de 83 anos também abriga uma congregação de refugiados do Médio Oriente:

Em Minneapolis, onde todo o ódio e raiva começaram, a Basílica de Santa Maria, de 106 anos, a primeira basílica do país, foi incendiada.

A Igreja de São Marcos foi vandalizada com grafitti. 

Há também relatos de que várias outras igrejas e sinagogas foram desfiguradas.

Sinagoga de Los Angeles vandalizada e incendiada:


(PARAMOS POR AQUI, SE QUER VER MAIS IMAGENS E RELATOS, CONSULTE O BARE NAKED ISLAM, SFF)

As congregações cristãs e judaicas começaram imediatamente a limpar e a reparar o que foi destruído. Uns vivem para destruir, outros para construir. Uns vivem para sujar, outros vivem para limpar:



Enquanto os jornalistas fingem que o ataque à Igreja Episcopal de São João foi um acidente ou uma aberração, o grande número de incidentes, da cidade de Nova Iorque a Los Angeles, deixou claro que os distúrbios dos Black Lives Matter e dos Antifa exibem um padrão nacional de alvejar casas de culto. 
A esquerda ataca igrejas e sinagogas, mas NÃO mesquitas. A sua fé não é direccionada a nenhum poder superior ao governo, as suas orações são proferidas em regulamentos e trabalhos académicos, a sua teologia é praticada quebrando vidros e quebrando portas, e igrejas e sinagogas sempre foram os seus alvos. Quando os seus stormtroopers são soltos nas ruas, eles entram em guerra contra aqueles que acreditam em Deus. 
Existe uma Inquisição na América hoje. E pune heresias, como proclamar que todas as vidas são importantes ou acreditar em algo que não seja a agenda esquerdista, sob pena de se sofrer sérias conquências (perda de emprego, ataques físicos, prisão, etc.).
O que os teóricos que se julgam deuses odeiam acima de tudo são aqueles que os rejeitam e acreditam em Deus.


Sem comentários:

Enviar um comentário