sábado, 30 de abril de 2022

Islamistas massacram mais 213 no Darfur

 

Milícia Janjaweed massacra mais de 150 no Darfur, Sudão
No Sudão, as Nações Unidas receberam relatos de que entre 150 e 200 pessoas morreram no oeste do Darfur depois de um grupo de homens armados ter atacado a vila de Kreinik no domingo. Milhares de pessoas foram deslocadas e casas e lojas foram incendiadas. Um grupo, a Coordenação Geral para Refugiados e Deslocados em Darfur, calculou o número de mortos em 168.

 



O Sudão concedeu independência ao Sudão do Sul em 2011, após negociações mediadas pelos EUA e países da região, mas as milícias islâmicas Janjaweed ("Demónios a Cavalo") continuam a massacrar regularmente as populações cristãs e animistas do Darfur. 
A atenção dos media e das instâncias internacionais é muito pouca. Pouca gente vale a estas populações, como acontece por exemplo aos moçambicanos, regularmente massacrados pelos islamistas do Boko-Haram. Há guerras mais sexy que outras...

O massacre dos cristãos e outros infiéis é o pão nosso de cada dia.


Toda a Imprensa OMITE deliberadamente a motivação do genocídio dos cristãos e animistas do Darfur: o Islão. 

A cada 5 minutos é assassinado um cristão por causa da sua fé  *
* Mas isso, para os jornalistas, não interessa. Nalguns casos até é motivo de alegria. E sendo esses cristãos, judeus e outros infiéis, assassinados em nome do Islão, omite-se, pois claro!

Até porque os jornalistas estão oficialmente comprometidos com o Islão.

 


No que toca a mais este massacre, o Observador cita o governador local, que esta terça-feira afirmou ter havido 213 mortos. Omite a motivação, claro!
Notícias ao Minuto cita 24 crianças e nove mulheres assassinadas, salvaguardando que "a contagem não inclui as baixas que não foram sujeitas a autópsia ou que nem sequer foram relatadas". Esta publicação, para além de tomar o partido dos Sudão islâmico, apelida o genocídio de "confrontos tribais".

 


 

Este massacre foi escolhido para ATROCIDADE DA SEMANA no The Religion of Peace. 

Ao 29º dia do Ramadão deste ano, o Islão (uma religião absolutamente pacífica) já foi mal compreendido 156 vezes, o número de ataques terroristas cometidos em nome do Islão, que mataram, até agora, 971 pessoas:

 


A triste novidade deste ano é que se registaram 3 ataques anti-islâmicos, que causaram 22 vítimas. O Islão costuma sempre dar mil e tal a zero a todas as centenas de milhar de religiões existentes no mundo.

 

Efeméride diária no The Religion of Peace: 


Neste dia...

30 de Abril de 2006: Thawa, Índia

Pacíficos aldeões hindus são chacinados por islamistas: 35 mortos.


Os hindus são o povo com o mais elevado número de vítimas da "guerra santa" maometana. Deve ser por isso que este ano fizeram os 3 ataques acima citados (que, no entanto, lamentamos sinceramente).

Veja também:

Chacina de Ramadão 2022 (a meio)


ISLÃO: MAIS DE 670 MILHÕES DE MORTOS INOCENTES

COMO O ISLÃO DESTRÓI AS SOCIEDADES 

MIL MILHÕES DE MUÇULMANOS QUEREM A LEI ISLÂMICA SHARIA

quarta-feira, 27 de abril de 2022

Jornalistas assumem: "O nosso trabalho é controlar o pensamento das pessoas"



MSNBC: O nosso trabalho é controlar o pensamento das pessoas

Numa confissão um tanto assustadora, a apresentadora da MSNBC, Mika Brzezinski, disse que é "nosso trabalho" controlar como as pessoas pensam:

A co-apresentadora do programa 'Morning Joe' fez estes comentários ao considerar que o CEO da Telsa, Elon Musk, poderia comprar o Twitter.

"Eu acho que o perigo, você sabe, é que ele está a tentar minar a Imprensa, tentando compensar seus próprios factos", disse Brzezinski. "Ele pode vir a alterar tanto as mensagens que poderá controlar exactamente o que as pessoas pensam, e esse é o nosso trabalho". 
O co-apresentador, Joe Scarborough, não contradisse a perturbadora missão declarada pela sua colega. (...)

 

 

Fugiu-lhe a boca para a verdade. Hoje em dia, no Mundo Livre (e tal como fizeram os nazis, os comunistas e os fascistas) a Imprensa está quase toda ao serviço da Nova Ordem Mundial globalista/islamista/comunista. 
Fazem de tal maneira que as massas acabam por embarcar no Pensamento Único. 
Experimente dizer em público, por exemplo, que não aprova a ideologia de género e que só existem dois sexos, que não é a favor do casamento gay, que é contra as fronteiras abertas à invasão islâmica, que os Black Lives Matter não passam de terroristas Marxistas ou que o Neo-Feminismo é uma estratégia esquerdista para acabar com a Família. Experimente dizer que simpatiza com o CHEGA!...
Na melhor das hipóteses, muita gente deixa de lhe falar e arranja uma quantidade enorme de inimigos. Os zombies que papam a propaganda mascarada de jornalismo que tudo farão para o prejudicar. 
Se fizer alguma dessas afirmações no seu trabalho, é muito provável que seja despedido. E há muito quem tenha sido preso.

Valendo-se em grande parte dos jornalistas avençados, a Espiral do Silêncio alastra:

 

Este post fica na nossa secção JORNALISTAS

terça-feira, 26 de abril de 2022

João Tilly dá excelente aula sobre o 25 de Abril

 


André Ventura fez um discurso histórico nestas comemorações dos 48 anos do 25 de Abril (uma efeméride simbólica, pois a propaganda esquerdista determinou  que Portugal viveu "48 anos de fascismo" antes do Golpe de Estado de 1974). 

Judite de Sousa, na CNN/Communist News Network, submeteu André Ventura a um lamentável interrogatório que pretendeu passar por  entrevista

João Tilly, como excelente professor que é, dá aqui uma excelente aula sobre o 25 de Abril:



domingo, 24 de abril de 2022

Guerra Demográfica explica reeleição do psicopata Macron


O psicopata Emmanuel Macron bateu Marine Le Pen nas eleições de hoje. E é bem possível que os resultados sejam fidedignos (ao contrário das eleições norte-americanas). A explicação é simples:

Voto muçulmano torna impossível vitória de um candidato não pró-islâmico

Clique para ampliar

O jornal La Croix confirma que os muçulmanos são constantes no seu voto. Em 2012, 93% deles votaram em François Hollande.
Em 2017, na segunda volta, esses mesmos muçulmanos (com uma taxa de abstenção nacional de 62%) 92% votaram no candidato Macron - apoiado, lembre-se, pela UOIF, Hani Ramadan, Dalil Boubakeur e, portanto, por todas as mesquitas.
Em 1998, o Instituto Nacional de Estatísticas já anunciava 4,2 milhões de muçulmanos em solo francês.
Em 2004, havia 6 milhões de norte-africanos, 98% de muçulmanos.
O ex-ministro de Sarkozy, afirmou, peremptoriamente, em 2011, que havia 15 a 20 milhões de muçulmanos em França.




Azouz Begagn (que tem todo o interesse em minimizar a explosão populacional muçulmana em França): "Se somarmos o número de norte-africanos, o número de casamentos mistos, os convertidos, os turcos (quase um milhão), os do Senegal, Mali, Ilhas Comores, Benin, os mauritanos, os egípcios, os burkineses, os da Costa do Marfim, os camaroneses, os etíopes, os chadianos, os somalis, os paquistaneses, os maurícios, os indianos, os bósnios ... tendo o cuidado de incluir os seus filhos ...podemos chegar a 10 milhões de pessoas que são "culturalmente" muçulmanos. « Isso é 15% da população francesa". ("A culpa dos outros", The Spirit of Spring, 2017, pp. 175-176).

Em 2012, François Hollande foi eleito graças ao voto muçulmano, indiscutivelmente e de forma clara. Sem essa votação, podemos considerar que Sarkozy teria sido eleito por 52 a 53% dos eleitores. 
Em 2017, sem a votação islâmica, Marine Le Pen terminaria em primeiro lugar na primeira volta.
Em 2022, se as coisas continuarem desta forma, e quando olhamos para a taxa de natalidade muçulmana, e para a diferença em relação aos nativos franceses, todos os jovens muçulmanos que têm hoje 13 anos agora irão votar da mesma forma homogénea, enquanto que muitos franceses mais velhos já estarão são mortos.
- Traduzido e condensado de Riposte Laique.

--------------------------------------------------

Amr Khaled futuro Nobel da geografia política muçulmana: o pregador egípcio vedeta Amr Khaled diz que dentro de 20 anos os muçulmanos serão maioria na Europa ... mas com uma condição: eles conseguirem dominar-nos antes. (Transmitido no canal de televisão egípcio Dream 2 TV, 10 de Maio de 2008). O projecto islâmico para conquistar a Europa através da guerra demográfica não é nem um segredo, nem uma teoria da conspiração:



E depois há pessoas que, por força de um hábito de 2 mil anos, culpam os judeus, e afirmam que "os judeus mandam os muçulmanos invadirem a Europa". Desde logo, os muçulmanos, se há coisa que adoram, é receber ordens de  judeus... E depois, os judeus, que são sistematicamente chacinados pelos muçulmanos há 1400 anos, que o são em Israel e na Diáspora (nomeadamente em França), e que enfrentam o mesmo problema que nós: uma população muçulmana hostil.
Bem... há um infeliz que nasceu judeu, que foi colaboracionista nazi e que é um feroz anti-semita e um dos maiores financiadores da invasão islâmica da Europa e de Israel: o senhor George "O Flagelo das Nações" Soros! Até temos uma secção dedicada ao lamentável senhor George Soros.
Ao senhor Soros, por ter nascido judeu, e aos seus comparsas (Hillary Clinton, por exemplo) as pessoas que desconhecem o significado das palavras, chamam "Sionistas". Não sabem o que é o Sionismo, e pensam que é um insulto, uma forma moderna de chamar judeu - outro velho insulto.

CONTRIBUIÇÃO PARA O ENTENDIMENTO DO SUICÍDIO COLECTIVO DO MUNDO LIVRE:





Este post fica na nossa secção FRANÇA.

Em Portugal a estratégia de angariação de votos é a mesma:



"Conseguimos! Estamos na Europa!". A faquinha já está preparada para os pescoços infiéis.

A bordo com os "pobres refugiados" de guerra nenhuma... 
Nestas coisas da EURAMISLAMIZAÇÃO (1), saem a ganhar o globalismo (2), pela substituição populacional, o Islão (pela conquista de novos territórios através da hégira) e a Esquerda, que só consegue ascender ao poder com o voto islâmico. Mais tarde entrarão em luta aberta entre eles, mas por agora estão unidos pelos inimigos comuns: Democracia e Liberdade, Estados Unidos e Israel.

 

(1) "Eurislam" - Projecto OFICIAL de Islamização da Europa


(2) “Fronteiras abertas são a fonte da força da Europa”, diz o Secretário-Geral da ONU


Veja também:


VÍDEO: A bordo com os "pobres refugiados da Síria"

APANHADOS! Barcos de contrabandistas rebocam "migrantes"

De Charlie Hebdo a Nice: 5 anos de terrorismo islâmico

VÍDEO - “Estamos a invadir-vos. Não gostamos do vosso país. Estamos cá para vos explorar.”

VÍDEO: "A França é um país racista. Somos mais espertos que os brancos. É um país de analfabetos"

Camionista português linchado por refujihadistas em França não se chamava George Floyd


Porque é que os "coletes amarelos" atacam os judeus?

França: Sobrevivente do Holocausto queimada viva por muçulmano 

sexta-feira, 22 de abril de 2022

Religião da Paz espalha a Paz na Suécia (vídeos)

Espalhando a Paz na Suécia...


Motins aos gritos de "Allah Akbar" em várias cidades da Suécia após a chegada do activista anti-islamização dinamarquês Rasmus Paludan, vários polícia feridos

A situação na Suécia está aterrorizante. Um paraíso transformado no Paquistão:

MAIS VÍDEOS NO EUROPE-ISRAEL.


 

"Allahu Akbar! Allahu Akbar!", gritam eles enquanto rebentam com tudo. Vieram eles pacatamente invadir a Suécia, destruir, roubar, saquear, estuprar e matar, e os suecos atrevem-se a não gostar??? Allahu Akbar!". É isto o Islão. Sempre foi. Sempre será.

 

 

A chacina anual do mês do Ramadão, ao 21º dia, leva 99 ataques terroristas e 468 mortos.


Os maometanos, por todo o Mundo, espalham a morte, o terror e o caos, como fazem há 1400 anos, ininterruptamente. 
Mas os jornalistas, a esquerda e os países islâmicos estão indignados é com o Rasmus Paludan, que queimou o Corão (essa obra que motivou já 1 bilião de mortos inocentes e o maior cortejo de horror que a Humanidade já viu).

Este ano, as festividades judaicas, cristãs e maometanas convergem este ano no mês do Ramadão.  As celebrações maometanas decorrem com especial afinco na  SuéciaIsrael e  Índia

 


Lamentamos não estar traduzido:


Todos os vídeos que denunciam a realidade do islão são retirados, e os sites que começam a ganhar relevância são deitados abaixo.

ISLÃO: MAIS DE 670 MILHÕES DE MORTOS INOCENTES

COMO O ISLÃO DESTRÓI AS SOCIEDADES

MIL MILHÕES DE MUÇULMANOS QUEREM A LEI ISLÂMICA SHARIA

Islão mata 167.000 em 40 anos - mapa interactivo

Xau Xau De Xangai


 

"Relatos perturbadores chegam da China, descrevendo o imenso sofrimento causado pela prisão domiciliária a pretexto do Covi, imposta pelo regime comunista. O governo da China censura a grande maioria das filmagens que sai do país, mas alguns vídeos perturbadores foram vazados para o resto do mundo, mostrando cidadãos sendo espancados e famintos, em nome de "saúde pública". Aqui estão os vídeos mais preocupantes que passaram pelos censores do Partido Comunista Chinês".

Matt Walsh 


Sugerimos uma visita à nossa secção CORONAVÍRUS, que leva 137 posts recheados de informação importante, nomeadamente de vídeos entretanto CENSURADOS pelo lóbi covideiro globalista. 

Por exemplo:

Covid 19: O Império do Mal

Coronavírus - O Encobrimento do Século (e muito mais)

Coronavírus: Mentiras da China acumulam-se

Mais de 110 países apoiam investigação ao ataque chinês por coronavírus

COVID foi “modificado em laboratório” para criar infecção humana?

“COVID é a maior FARSA jamais perpetrada contra um público desavisado”

250.000 mortes por coronavírus encaixam perfeitamente no plano dos democratas

Bélgica: Máscaras cirúrgicas SÓ PARA MUÇULMANOS!

Corona: Globalista Macron dá ordem para deixar os velhinhos morrer

Coronavírus: Calma! Ele só querem levar os seus filhos à força!

Nova Ordem Mundial boicota o "medicamento de Trump" para o coronavírus

Falso estudo sobre cloroquina mata 11 pessoas   
 "NOJENTO E ASSUSTADOR" - Promiscuidade China & Organização Mundial de Saúde

Jinping, Bill Gates, Obama, Clintons, Fauci & Tedros, L.da

terça-feira, 19 de abril de 2022

O futebolista Sandro Cruz e o deputado Gabriel Mithá Ribeiro

 

O jogador do Benfica Sandro Cruz foi invectivado por uma adepta do Rio Ave, que lhe gritou "CHUTA A BOLA, PRETO!" e "ANDA LÁ, Ó PRETO!".

É claramente audível no vídeo (pode ser visto e ouvido, por exemplo, no Hugo Gil). 

Como em tudo, as opiniões dividem-se. Há quem ache que é apenas mais um dos insultos que os adeptos da bola gritam nos campos pelo mundo fora (o futebol nunca foi um desporto de cavalheiros, convenhamos). E há quem ache que  foi um caso gravíssimo de racismo.

Não vamos aqui emitir opinião, não é nisso que nos queremos focar. Lembramos, contudo, que a Polícia foi mandada no encalço da adepta ou dos adeptos, e que estes arriscam uma pena de prisão de 6 meses a 4 anos. Uma verdadeira emergência nacional!

O jogador Sandro Cruz escreveu nas suas redes sociais que somos um país hipócrita e racista. 


 



Agora vamos analisar outro caso: Gabriel Mithá Ribeiro. Nós chamamos-lhe genial. Outros (da Esquerda) chamam-lhe "pretinho Salazarista" e "arraçado de preto". 

Ignoram e escamoteiam (censuram!) o seu trabalho. Foi vetado na candidatura a vice-Presidente da Assembleia da República.

Ninguém jamais de preocupou com os insultos racistas ao Professor Gabriel Mithá Ribeiro. 

Gabriel Mithá Ribeiro é deputado pelo CHEGA! 

O professor Mithá defende que o racismo deixou de existir. 
Nós divergimos ligeiramente: a Esquerda dominante  ainda cultiva o racismo, sob a forma de discriminação positiva para com pessoas como o jovem Sandro Cruz, que joga no Benfica, arrisca ser uma estrela como Eusébio, Coluna, Mantorras e tantos outros, e é levado a crer que os portugueses de pele branca são todos "racistas e hipócritas". 

----------------------------------------------- 

No nosso post

O Caso Marega... e os outros!

chamámos a atenção para o modo como ainda há poucos anos eram tratados os casos de insultos racistas nos campos de futebol; antes da onda George Floyd, os jogadores que reagiam a insultos racistas eram premiados com medalhas de lata: 

 É preciso ter lata!!!

 

Agora a moda é outra. É criar artificialmente grupos de descontentes, cuja ingenuidade dá muito jeito ao avanço da agenda da Esquerda. Chama-se a isso MARXISMO CULTURAL.

domingo, 17 de abril de 2022

Chacina de Ramadão 2022 (a meio)

Todas as religiões geram violência? A "islamofobia" é um problema maior do que o terror islâmico? É realmente uma "fobia"... ou o Islão é genuinamente diferente?

Vamos descobrir, mantendo a contabilidade dos ataques terroristas e das mortes durante o mês mais sagrado do Islão.




17 de Abril de 2006 (faz hoje 16 anos): ataque islâmico à bomba contra um restaurante em Tel-Aviv, Israel: 11 mortos, 8 dos quais crianças. A organização Jihad Islâmica reivindicou o ataque. Começa sempre com os judeus. Maomé começou por matar "apenas" judeus, por recusarem converter-se...

 

Ramadão de 2022 (de 1 de Abril a 1 de Maio), aos 16 dias de Ramadão:


Ataques terroristas praticados em nome do Islão: 78

Mortos contabilizados: 397

Todas das outras religiões do Mundo (alguns milhares) combinadas: 0 ataques terroristas e 0 mortos. 

 

Ramadão de 2021 (12 de Abril a 12 de Maio):


Ataques terroristas praticados em nome do Islão: 222

Mortos contabilizados: 1103

Todas das outras religiões do Mundo (alguns milhares) combinadas: 0 ataques terroristas e 0 mortos. 

 

Ramadão de 2020 (23 de Abril a 23 de Maio):


Ataques terroristas praticados em nome do Islão: 175

Mortos contabilizados: 718

Todas das outras religiões do Mundo (alguns milhares) combinadas: 0 ataques terroristas e 0 mortos. 

 

Ataques terroristas mortais praticados em nome do Islão deste o 11 de Setembro de 2001, quatrocentésimo aniversário da derrota dos maometanos às Portas de Viena e início da presente jihad (guerra santa):

 

"É muito mais fácil agir como se os críticos do Islão tivessem um problema com os muçulmanos como pessoas, do que aceitar a incómoda verdade de que o Islão é diferente."


Fonte: A RELIGIÃO DA PAZ/THE RELIGION OF PEACE

 

Este site mantém a contabilidade diária possível (muitas chacinas nunca chegam ao conhecimento público) do terrorismo islâmico desde o 11 de Setembro de 2001. Pode consultar a lista detalhada AQUI.

 

 

A ideologia islâmica é activamente, militantemente branqueada pelos jornalistas de todo o Mundo. 
Quando, por lhes ser impossível esconder a realidade, noticiam alguma coisa, omitem sempre a motivação islamista dos massacres. 

 

 

O Islão pune com a morte quem queira abandonar a religião, pune com a morte os homossexuais e as mulheres supostamente adúlteras, ordena a execução ritual dos "infiéis", ou em alternativa a sua escravização, e prevê penas horrendas (por exemplo o corte de membros) para delitos menores (por exemplo para uma criança faminta que roube pão, como temos aqui demonstrado, com centenas de vídeos e outros documentos). Entre muitas outras atrocidades, nomeadamente o tratamento dispensado às MULHERES.

Quem no Mundo Livre se atreve a dizer a VERDADE sobre a ideologia e a prática islâmica (que pior que o Nazismo e o Comunismo juntos) é perseguido, ameaçado, sofre as mais diversas represálias, vai parar à cadeia e  não raras vezes é assassinado pelos zelotas islâmicos.

A Esquerda sente uma enorme afinidade com o Islão porque tem em comum como inimigos a Liberdade, a Democracia e a Civilização, bem como os dois países-chave na defesa desses valores: Estados Unidos e Israel.

O resto das pessoas quer é futebol, novelas, discotecas, Facebook, notícias covideiras e outras frivolidades. A Televisão mantém as massas pela trela.

Vamos a meio do Ramadão de 2022. O Islão já assassinou 397 pessoas inocentes. Ninguém sabe. Ninguém quer saber. Se um cristão, um judeu, um budista, um hindu, um xintoísta, um espiritista, um umbandista, fizessem um ataque terrorista em nome da respectiva crença religiosa, não se falaria de outra coisa durante anos.

  

Shoko Asahara e o seu grupo religioso Verdade Suprema mataram 13 pessoas num ataque terrorista em Tóquio. O líder e mais 6 membros foram enforcados e ninguém em todo o mundo esboçou qualquer defesa da ideologia em questão. Se se tivesse tratado de muçulmanos, a versão oficial era de que não tinham compreendido bem a religião.


Este post fica na nossa pequena secção ESTATÍSTICAS ISLÂMICAS, onde pode encontrar, por exemplo: 

 

ISLÃO: MAIS DE 670 MILHÕES DE MORTOS INOCENTES

COMO O ISLÃO DESTRÓI AS SOCIEDADES

MIL MILHÕES DE MUÇULMANOS QUEREM A LEI ISLÂMICA SHARIA

Islão mata 167.000 em 40 anos - mapa interactivo




O QUE O ISLÃO ORDENA E PRATICA:

Tu deves matar aqueles que insultam o Islão ou Maomé. Alcorão 33:57

Tu deves crucificar e amputar não-muçulmanos. Alcorão 8:12, 47: 4

Tu deves matar os não-muçulmanos para garantir receber as 72 virgens no céu. Alcorão 9: 111

Tu deves matar quem deixar o Islão. Alcorão 2: 217, 4:89

Tu deves decapitar não-muçulmanos. Alcorão 8:12, 47: 4
Tu deves matar e morrer por Alá. Alcorão 9: 5
Tu deves aterrorizar os não-muçulmanos. Alcorão 8:12, 8:60
Tu deves roubar e furtar os não-muçulmanos. Alcorão Capítulo 8 (Saque / Espólios de Guerra)
Tu deves mentir para fortalecer o Islão. Alcorão 3:28, 16: 106
Tu deves lutar contra os não-muçulmanos, mesmo que você não queira. Alcorão 2: 216
Tu NÃO deves tomar os não-muçulmanos como amigos. Alcorão 05:51
Tu deves chamar os não-muçulmanos de porcos e macacos. Alcorão 5:60, 7: 166, 16: 106
Tu deves tratar os não-muçulmanos como as criaturas mais vis, que não merecem misericórdia. Alcorão 98: 6
Tu deves tratar os não-muçulmanos como inimigos jurados. Alcorão 4: 101
Tu deves matar os não-muçulmanos por não se converterem ao Islão. Alcorão 09:29
Tu deves extorquir não-muçulmanos para manter o Islão forte. Alcorão 09:29.

ENTÃO MAS ISTO AINDA ESTÁ EM VIGOR?
Claro que sim! No Islão é PROIBIDO fazer qualquer reforma. Quem o tentar é condenado à morte. O Islão (uma ideologia mais assassina, genocida, maléfica e diabólica que o Nazismo e o Comunismo juntos) mantém-se no século 7. 
Clérigos, líderes políticos e os muçulmanos no geral, são unânimes:
O SANGUE E AS PROPRIEDADES DOS INFIÉIS PERTENCEM AOS MUÇULMANOS:






Temos alguns milhares de posts. Desses milhares, uma boa metade trata da invasão islâmica. Já fomos censurados pelo Google/Blogger/Youtube, já fomos difamados pelo sinistro Polígrafo. E como nós, todos os que se opõem à islamização do Mundo Livre.


NÃO HÁ DESCULPAS, TODOS PODEM SABER A VERDADE: 



O Papa Francisco I, proclamado "Defensor do Islão", exorta de novo os cristãos à rendição.

 

LEI ISLÂMICA EM AÇÃO 

THE RELIGION OF PEACE

BARE NAKED ISLAM

JIHAD WATCH

GELLER REPORT

RAYMOND IBRAHIM

WINDS OF JIHAD

Etc., etc., etc....

Felipe Neto recomenda SODOMIA

  Olavo de Carvalho avisou - é atrás das crianças que eles andam! Felipe Neto, o ídolo da juventude, o queridinho do Sistema, o modelo para ...