terça-feira, 19 de maio de 2020

Mais de 110 países apoiam investigação ao ataque chinês por coronavírus


Um post para a nossa secção

 CORONAVÍRUS

onde pode encontrar postagens como


  

VÍDEO: China manda doentes de Covid VIVOS para o crematório

21 milhões de chineses "desaparecem" em três meses de pandemia

Coronavírus: Mentiras da China acumulam-se

 

Austrália não cedeu à chantagem da China


Quando a Austrália anunciou que queria esclarecer a responsabilidade do regime comunista chinês pela propagação da pandemia, Pequim ameaçou retaliar. A Austrália não recuou. Quando a China tomou medidas efectivas e reduziu as importações de carne da Austrália em 40%, o governo lançou um pedido de investigação internacional.

As autoridades australianas disseram à Sky News que esperam que um projecto de moção para investigar o coronavírus seja aprovado na Assembleia Mundial da Saúde, depois de terem obtido apoio de mais de 110 países - incluindo os 27 Estados membros da União Europeia.

A medida apresentada ao principal órgão de decisão da Organização Mundial da Saúde, co-patrocinada pelos 54 Estados membros do grupo africano, corre o risco de irritar ainda mais a China, que acusou a Austrália de jogar o jogo político dos Estados Unidos quando o primeiro-ministro Scott Morrison pediu uma investigação no mês passado.


O pedido de investigação, também apoiado pelo Canadá, Reino Unido, Rússia e Índia, não menciona a China nem Wuhan, onde o vírus foi descoberto.
Mas o documento deixa claro que procura "identificar a fonte do vírus e a via de introdução na população humana, incluindo o possível papel de hospedeiros intermediários, em particular através de esforços como missões científicas e colaboração no terreno".
O primeira apelo da Austrália ocorreu em Abril, quando o secretário de Estado Mike Pompeo expressou preocupação de que as autoridades chinesas não tivessem denunciado prontamente a epidemia de coronavírus à OMS.

Segundo a Reuters, as autoridades chinesas acusaram a Austrália de "estar ansiosa para ser papagaio dos americanos, realizando ataques políticos à China".

© Christian Larnet para Dreuz.info

Via

https://www.europe-israel.org/2020/05/plus-de-110-pays-soutiennent-lappel-de-laustralie-a-enqueter-sur-lorigine-du-coronavirus/





Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.

Suspendemos aqui as postagens regulares

  A todos os excelentes amigos e fiéis leitores, que sempre nos honraram com o seu apoio, o nosso MUITO OBRIGADO!