quarta-feira, 22 de fevereiro de 2023

"Protocolos dos Sábios de Sião"

“O pecado tem muitas ferramentas, mas a mentira é o cabo que serve para todas elas.” 
—Oliver Wendell Holmes.

 

 
Painel da mostra "Uma Mentira Perigosa: Os Protocolos dos Sábios de Sião", a qual foi aberta ao público de 2006 a 2018, no Museu Norte-Americano Memorial do Holocausto.  A exibição explorou o impacto, ainda actual, da publicação antissemita mais distribuída nos tempos modernos.

Os "Protocolos" são uma falsificação grosseira e um libelo macabro. Continuam a apaixonar e a unir no ódio comum gente tão antagónica entre si como nazis, comunistas (o "Avante!" chegou a fazer-lhes referência como se de obra legítima se tratasse), islamistas, extremistas religiosos de vários matizes, imbecis encartados e puros cínicos.

Os tempos mudam, o bode expiatório é o mesmo. Afinal, os judeus são tradicionalmente perseguidos e massacrados desde há milénios, entre outros, por Gregos e Romanos, por muçulmanos e por cristãos, acusados de não se converterem a cada uma das religiões.

Cada tirano, cada crápula, cada assassino, só tem de redireccionar esse ódio milenar.

 

A MÁQUINA de DESINFORMAÇÃO russa é mais ANTIGA e PERNICIOSA do que VOCÊ PENSA



Via:


VISÃO LIBERTÁRIA

Infelizmente, a par da informação descentralizada e distribuída, também há a desinformação descentralizada e distribuída, e, como a natureza humana é miserável, o ódio antissemita atinge hoje recordes históricos.

SAIBA MAIS: 


A HISTÓRIA DE UMA MENTIRA
“Os Protocolos dos Sábios de Sião”

  Pode ler gratuitamente AQUI.

Os Protocolos dos Sábios de Sião: O mito da conspiração judaica sob a ótica nazista

Pode ler gratuitamente AQUI.

E de novo

OS PROTOCOLOS DOS SÁBIOS DE SIÃO

Sem comentários:

Enviar um comentário