quarta-feira, 30 de setembro de 2020

Ataque islâmico em Paris: o pai do terrorista diz que está "muito orgulhoso" do seu filho, que "protegeu a honra do Profeta"

 

Contactado, aquele que afirma ser seu pai confessou ter recebido parabéns de toda a sua aldeia após o atentado perpetrado pelo seu filho na sexta-feira, 25 de Setembro.

Minuto a minuto, hora a hora, gotejam informações sobre o perfil do suposto agressor que atacou pessoas inocentes nos arredores das antigas instalações do Charlie Hebdo. Ele confessou sob custódia policial ter cometido o atentado após a republicação dos cartunes de Maomé pelo jornal satírico e esses são, sem dúvida, o seu fio condutor, como se pode ler no La Provence. O homem é do Paquistão, onde a blasfémia é levada muito a sério, com pessoas sendo linchadas ou assassinadas mesmo quando os factos não são provados.

Talvez a razão pela qual o seu pai, ou pelo menos o homem que se apresenta como tal, o felicitou pelo acto. Contactado pela Imprensa, ele disse que estava "muito orgulhoso" e muito "feliz" por o seu filho ter realizado tal acto, porque ele "protegeu a honra do Profeta". Acrescentou ainda: "Toda a aldeia veio dar-me os parabéns".

 

Um vídeo filmado no mesmo dia

Hassan A., que se apresentou como um paquistanês de 18 anos, supostamente mentiu sobre a sua idade. O Ministério Público Anti-Terrorismo conseguiu um documento de identidade em que o homem tem 25 anos e se chama Zaheer Hassan Mahmoud. Não era do conhecimento dos serviços especializados e não foi arquivado ou inscrito no Cadastro de Prevenção da Radicalização Terrorista.

Segundo os investigadores, foi com esta identidade que o agressor publicou um vídeo de protesto em que denunciava as caricaturas, "entre gritos e lágrimas". Um vídeo que ele teria gravado no dia da tragédia. “Hoje, sexta-feira, 25 de Setembro, vou defender-nos disso”, avisa. Nesta fase da investigação, ele teria agido sozinho, mas a sua origem é difícil de estabelecer, pois ele fala um Francês pobre. No total, cerca de dez custódias policiais foram realizadas entre os que lhe são próximos, a fim de compreender o seu gesto.

 

 Via:


O pai do paquistanês acusado de ferir duas pessoas com um helicóptero perto das antigas instalações do Charlie Hebdo em Paris na sexta-feira passada falou em defesa de seu filho, dizendo que estava "orgulhoso" dele.

 

O pai de Ali Hassan pediu ao governo do Paquistão e de outros países muçulmanos que repatriassem o seu filho. “Peço ao governo do Paquistão que traga o meu filho para casa”, disse ele. Ele serviu o Islão e nós somos um país muçulmano. "

Ele também disse que o seu filho orava regularmente e que ele era discípulo de Muhammad Ilyas Qadri, o fundador da organização Dawat-e-Islami, que construiu várias escolas de Alcorão no Paquistão e em outros países.

 
 
Via:


Tantos posts dedicados a um simples ataque islâmico, quando o Islão mata todos os dias às centenas, todas as semanas aos milhares, há 1400 anos sem parar?

Esta sequência de posts serve apenas para ilustrar como estes ataques são tratados pelos media institucionais, "sérios", "de prestígio", que escamoteiam a sua origem islâmica e enterram o caso logo que podem.

O Islão é absolutamente incompatível com qualquer sociedade. Onde o Islão chega, floresce o crime, o terror, o caos. 

Os jornaleiros ´escravos do Islão são pagos para mentir e enganar as massas, abrindo portas à colonização islâmica e substituição populacional (EURISLAM). 
Os extrema-esquerdistas, são naturalmente a favor de tudo o que tenha como finalidade destruir a Liberdade e a Democracia e as duas soberanias estratégicas do Mundo Livre - Estados Unidos e Israel.

Mas  as pessoas normais que optam pela indiferença ou pelo bem-pensantismo, que recusam ver a realidade e aprender as lições da História, pagarão um preço elevado.

 

Cartunes? Pena de morte! Que ideologia maravilhosa!

 

 Confira os posts:

[Vídeo] Ataque islâmico em Paris: o terrorista paquistanês, "menor desacompanhado", tem afinal 25 anos ...

Tcho: Ataque islâmico em frente às antigas instalações de Charlie

Charlie Hebdo, hoje: ataque islamista com cutelo

QUEREMOS OS NOMES/ON VEUT LES NOMS

 

P.S. - A não ser que o pai e o filho não tenham compreendido bem o Islão...

 

 
Aliás, estamos em crer que Maomé também não compreendeu bem o Islão:

20 PACÍFICOS MANDAMENTOS DO ALCORÃO
  1. Tu deves estuprar, casar e divorciar meninas na pré-puberdade. Alcorão 65:4, 4:3
  2. Tu deves ter relações sexuais com escravas sexuais e trabalhadoras escravas. Alcorão 4: 3, 4:24, 5:89, 33:50, 58: 3, 70:30
  3. Tu deves bater nas escravas sexuais, nos trabalhadores escravos, e nas esposas. Alcorão 04:34
  4. Tu deves ter quatro testemunhas masculinas muçulmanas para comprovar um estupro. Alcorão 24:13
  5. Tu deves matar aqueles que insultam o Islão ou Maomé. Alcorão 33:57
  6. Tu deves crucificar e amputar não-muçulmanos. Alcorão 5:33, 8:12, 47: 4
  7. Tu deves matar os não-muçulmanos para garantir receber as 72 virgens no céu. Alcorão 9: 111
  8. Tu deves matar quem deixar o Islão.Alcorão 2: 217, 4:89
  9. Tu deves decapitar não-muçulmanos. Alcorão 8:12, 47: 4
  10. Tu deves matar e morrer por Alá. Alcorão 9: 5
  11. Tu deves aterrorizar os não-muçulmanos. Alcorão 8:12, 8:60
  12. Tu deves roubar e furtar os não-muçulmanos. Alcorão Capítulo 8 (Saque / Espólios de Guerra)
  13. Tu deves mentir para fortalecer o Islão.Alcorão 3:28, 16: 106
  14. Tu deves lutar contra os não-muçulmanos, mesmo que você não queira. Alcorão 2: 216
  15. Tu NÃO deves tomar os não-muçulmanos como amigos. Alcorão 05:51
  16. Tu deves chamar os não-muçulmanos de porcos e macacos. Alcorão 5:60, 7: 166, 16: 106
  17. Tu deves tratar os não-muçulmanos como as criaturas mais vis, que não merecem misericórdia. Alcorão 98: 6
  18. Tu deves tratar os não-muçulmanos como inimigos jurados. Alcorão 4: 101
  19. Tu deves matar os não-muçulmanos por não se converterem ao Islão. Alcorão 09:29
  20. Tu deves extorquir não-muçulmanos para manter o Islão forte. Alcorão 09:29.
(E não; o problema não é vir no Alcorão. O problema é eles continuarem a cumprir o Alcorão à risca)

 

POSTS FUNDAMENTAIS:

 


ISLÃO: MAIS DE 670 MILHÕES DE MORTOS INOCENTES

MIL MILHÕES DE MUÇULMANOS QUEREM A LEI ISLÂMICA SHARIA

COMO O ISLÃO DESTRÓI AS SOCIEDADES

E para os corações sangrantes, que acham que vale a pena morremos todos para "ajudar" os muçulmaninhos:

Ajudar os "refugiados" custa 135 VEZES MAIS cá, do que lá!

terça-feira, 29 de setembro de 2020

[Vídeo] Ataque islâmico em Paris: o terrorista paquistanês, "menor desacompanhado", tem afinal 25 anos ...

Mas se forem perguntar aos fofinhos dos mentígrafos da vida, "o ataque não teve nada a ver com o Islão, e os terroristas nem eram sequer muçulmanos" 😊

 

Hassan A. é na verdade Zaheer Hassan Mehmood, de acordo com os primeiros trabalhos dos investigadores.

Três dias após a nova tragédia que se abateu sobre a França, durante o ataque com cutelo em Paris na sexta-feira, 25 de Setembro, os investigadores podem ter descoberto a verdadeira identidade do principal suspeito. De acordo com informações do Le Monde confirmadas por várias fontes, o agressor é Zaheer Hassan Mehmood, e tem 25 anos.



O terrorista tem 25 anos.

"Ele anuncia a sua passagem aos actos"

Os investigadores estudaram o telefone móvel do homem que se identificou como um paquistanês de 18 anos chamado Hassan A. Ele foi supostamente traído por uma identificação com foto que estava no dispositivo. Além disso, explica o Le Figaro, o agressor teria assumido a responsabilidade pelo ataque num vídeo gravado antes do incidente e autenticado pelos investigadores.

Ele apresenta-se como Zaheer Hassan Mehmood. Embora denuncie "as caricaturas do Profeta Maomé que foram feitas", ele não jura lealdade a nenhuma organização. “Hoje, sexta-feira, 25 de Setembro, vou condená-los”, disse ele também no vídeo.

 

Desde o início de 2020, 6.309 destes "menores" estrangeiros foram presos na área de Paris (+ 42%), por diversos crimes. Há anos que denunciamos estes casos de "menores desacompanhados", muitos deles terroristas.


Segundo o jornalista de Point, Aziz Zemouri, “o vídeo [foi] autenticado pelos serviços de informações e pelo seu autor enquanto estava sob custódia policial”. Fonte também indicada ao mesmo jornal diz que o suspeito, no documento, “aceita o seu gesto de antecipação ao evocar a republicação das caricaturas [do profeta Maomé], é uma espécie de manifesto, anuncia a sua passagem aos actos ".

"Ele era um menor isolado"
Na noite de sexta-feira, após o atentado, Gérald Darmanin referiu-se ao perfil do suspeito, dizendo que ele "chegou a solo nacional há três anos". "Ele era um menor isolado, estávamos a verificar a sua idade", disse o Ministro do Interior. A custódia do agressor foi estendida por 48 horas no domingo. Cinco outras pessoas ainda estão sob custódia policial na segunda-feira.

 


 O fofinho anuncia o massacre de infiéis, em desgravo pela transgressão da lei islâmica, que proíbe representações pictóricas do grande profeta Maomé.
 
 
Via:
 

Este caso é uma gota de água no oceano - repetimos. Teve uma certa visibilidade por causa de outro massacre islamista, o do Charlie Hebdo.

Veja também:

 


Tcho: Ataque islâmico em frente às antigas instalações de Charlie

Charlie Hebdo, hoje: ataque islamista com cutelo

QUEREMOS OS NOMES/ON VEUT LES NOMS

(quando os jornaleiros amestrados não conseguem esconder os nomes, é o que se vê).

 

Um exemplo ao acaso dos "menores desacompanhados, das doces criancinhas islâmicas que enxameiam a Europa:


15 anos, casado, pai de filhos e barbudo! 

O quê? Outro? OK, aqui vai:

A "criança" tinha 21 anos e era um terrorista

segunda-feira, 28 de setembro de 2020

Tcho: Ataque islâmico em frente às antigas instalações de Charlie

 


Detidos 2 suspeitos (1 paquistanês, 1 argelino) e 7 foram interpelados.

Nos noticiários, foi o habitual "Pasdamalgams" (NDT: a versão portuguesa é "maselesnãosãotodosterroristas") e "Os muçulmanos são as primeiras vítimas!" (NDT: exactamente como cá em Portugal cacareja o xeque Cotoveladas Munir) ... (...)

© Tcho para Dreuz.info.

 Via:


DREUZ.INFO, a sua lufada de ar fresco matinal, para melhor suportar as MENTIRAS dos media

Falámos brevemente de mais este ataque muçulmano AQUI.


 

 

 
20 "LINDOS" MANDAMENTOS DO ALCORÃO
(E não; o problema não é vir no Alcorão. O problema é eles continuarem a cumprir o Alcorão à risca)
  1. Tu deves estuprar, casar e divorciar meninas na pré-puberdade. Alcorão 65:4, 4:3
  2. Tu deves ter relações sexuais com escravas sexuais e trabalhadoras escravas. Alcorão 4: 3, 4:24, 5:89, 33:50, 58: 3, 70:30
  3. Tu deves bater nas escravas sexuais, nos trabalhadores escravos, e nas esposas. Alcorão 04:34
  4. Tu deves ter quatro testemunhas masculinas muçulmanas para comprovar um estupro. Alcorão 24:13
  5. Tu deves matar aqueles que insultam o Islão ou Maomé. Alcorão 33:57
  6. Tu deves crucificar e amputar não-muçulmanos. Alcorão 5:33, 8:12, 47: 4
  7. Tu deves matar os não-muçulmanos para garantir receber as 72 virgens no céu. Alcorão 9: 111
  8. Tu deves matar quem deixar o Islão.Alcorão 2: 217, 4:89
  9. Tu deves decapitar não-muçulmanos. Alcorão 8:12, 47: 4
  10. Tu deves matar e morrer por Alá. Alcorão 9: 5
  11. Tu deves aterrorizar os não-muçulmanos. Alcorão 8:12, 8:60
  12. Tu deves roubar e furtar os não-muçulmanos. Alcorão Capítulo 8 (Saque / Espólios de Guerra)
  13. Tu deves mentir para fortalecer o Islão.Alcorão 3:28, 16: 106
  14. Tu deves lutar contra os não-muçulmanos, mesmo que você não queira. Alcorão 2: 216
  15. Tu NÃO deves tomar os não-muçulmanos como amigos. Alcorão 05:51
  16. Tu deves chamar os não-muçulmanos de porcos e macacos. Alcorão 5:60, 7: 166, 16: 106
  17. Tu deves tratar os não-muçulmanos como as criaturas mais vis, que não merecem misericórdia. Alcorão 98: 6
  18. Tu deves tratar os não-muçulmanos como inimigos jurados. Alcorão 4: 101
  19. Tu deves matar os não-muçulmanos por não se converterem ao Islão. Alcorão 09:29
  20. Tu deves extorquir não-muçulmanos para manter o Islão forte. Alcorão 09:29.

domingo, 27 de setembro de 2020

QUEREMOS OS NOMES/ON VEUT LES NOMS

 

Este post fica na nossa secção JORNALISTAS. Se quiser ter uma pequena ideia do estado irreversível de islamização da FRANÇA, um pouco para além das atrocidades islâmicas mais evidentes, que nem os merdia podem deixar de noticiar (Charlie, Bataclan, etc.), visite essa secção.

Melhor ainda, e caso domine o francês, visite sites como DREUZ.info, EUROPE-ISRAEL, RIPOSTE LAIQUE, Observatoire de l'Islamization, RESISTANCE REPUBLICAINE.


Julien Odoul exige que os media publiquem os primeiros nomes de todos os criminosos "para se saber se eles são de origem imigrante" (Vídeo)

 

 

Jean-Marc Morandini apresentou uma nova edição do “Morandini Live” ao vivo no CNews e Non Stop People. Durante o programa, foi organizado um debate sobre a delinquência na França.

“Os criminosos estão a ficar mais jovens e mais violentos. Eu digo isto - eu sei que vai fazer as pessoas darem saltos - há um problema de assimilação e imigração. Pessoas hipócritas querem colocar vendas nos olhos e não querem ver a realidade. Mas grande parte da barbárie que vimos neste Verão, a maioria dos actos de selvajaria, são obra de jovens que não foram assimilados ”, declarou Julien Odoul, membro do Rassemblement National.

"Você conhece esses jovens?", Jean-Marc Morandini perguntou. “Nós sabemos os primeiros nomes. A Imprensa deveria dizer regularmente os primeiros nomes", respondeu o seu convidado antes que o jornalista acrescentasse "Com os primeiros nomes, você sabe se eles são franceses, você sabe as suas origens?".

 

"Um nome próprio fornece aproximadamente a cultura e as origens de uma pessoa. O que é surpreendente é que, para certos actos e crimes, o primeiro nome é dado imediatamente. Mas para os outros, há uma forma de modéstia, de dissimulação, porque não podemos olhar a realidade de frente”, continuou o político.

 

Os argumentos de Julien Odoul atraíram Jean-Marc Morandini e os convidados presentes. “Sabe, há muitos Karim que são franceses. Depois de saber que o nome do agressor é Mohammed ou Karim, o que é que isso mudará?“, perguntou o jornalista

“Vai mudar quando olharmos de frente para a realidade. Existem distritos inteiros que deixaram de estar sujeitos às leis da República. De onde vem o comunitarismo? Não vem dos bretões (...). Ele vem de outro lugar. Há gente que foi desligada da República e que está a unir-se. Eles decidem dizer: esta é a regra do gangue, da máfia. E isso gera violência. Na maioria das vezes, em todos os vários factos que pudemos ver, os seus nomes eram Youssef, Mohamed ou Karim ”, finalizou Julien Odoul.



 
Via:
 

 

QUEREMOS OS NOMES/ON VEUT LES NOMS, é um movimento francês que exige que os media publiquem os nomes dos terroristas, assassinos, estupradores e criminosos muçulmanos. 

Totalmente comprometidos com a islamização da Europa e substituição populacional dos europeus, os jornaleiros amestrados omitem deliberadamente os nomes dos criminosos muçulmanos e fazem tudo quanto podem para esconder e branquear as acções das hordas de colonos bárbaros, semi-nómadas, soldados do Islão, que aportam à Europa às dezenas de milhões, com a conivência da UE e dos governos europeus, cúmplices da substituição populacional.

Até contra nós, um blogue insignificante, a jornaleirada ao serviço do Islão arremete. Ainda recentemente, um cadastrado marroquino de nome Yassine assassinou uma mulher-polícia em França, e os mentígrafos andaram a ladrar contra nós, afirmando que ele "não é muçulmano". E "não é  muçulmano" porquê? Porque eles, jornaleiros amestrados, não divulgam que ele é muçulmano, o Yassine marroquino! A má-fé dessa escumalha...

Mas melhor que pedir os nomes dos criminosos muçulmanos que os jornaleiros omitem, é simplesmente deixar de passar cartão a essa tropa fandanga de militantes de extrema-esquerda e dar preferência a Jornalismo digno desse nome (na maior parte feito por amadores).

Aliás, se não fosse o nosso governo de extrema-esquerda injectar milhões nos merdia, toda essa lixeira já estaria na falência. Que seja em breve.
 
 
OLAVO EXPLICA COMO TRATAR OS JORNALISTAS:

sábado, 26 de setembro de 2020

EUA: Cristãos presos por cantarem hinos religiosos

Nota prévia: como pode ver, o post está desarrumado, desconfigurado, e além disso foi um verdadeiro quebra-cabeças para construir, demorando horas, com o conteúdo permanentemente a desaparecer, a "encavalitar-se", etc..

Como temos demonstrado desde há anos, o Google, dono do Blogger e do Youtube,  promove uma ideologia de extrema-esquerda, pró-islâmica, globalista e antissemita.

No Youtube e no Google, essa agenda é promovida despudoradamente. Agora, é o Blogger que está sob ataque.

 

 

O NOVO "INTERFACE" DO BLOGGER FOI IMPOSTO AOS USUÁRIOS PROPOSITADAMENTE PARA OS LEVAR A DESISTIR, POIS É VIRTUALMENTE IMPOSSÍVEL DE USAR.

Encerrar os blogues exporia a Google a muitas críticas.

Desta forma, o Google só tem que esperar que as pessoas desistam. E assim se encerra mais um espaço de LIBERDADE e de VERDADE na Internet. 

Também nós, obviamente, não conseguimos continuar a trabalhar nestas condições - ATÉ PORQUE O NOSSO BLOGUE (QUE JÁ TINHA SIDO SUSPENSO 6 MESES, POR DIZER E MOSTRAR A VERDADE) FOI ESPECIALMENTE SABOTADO PELA GOOGLE.
Vamos embora em breve, mas não vamos ao tapete. Contamos estar de volta em breve. O Mal não triunfará.

 
"O BLOGGER METE NOJO."

 

Esta é a América? Três cristãos presos por cantarem hinos religiosos numa igreja em Idaho, sem máscaras (VÍDEO)

 

Sean e Rachel Bohnet são dois dos presos por cantarem sem usar máscara ou por distanciamento social.

A prisão deles foi captada em vídeo e publicada nas redes sociais. 

Em fundo, pode-se ver e ouvir vários cristãos cantando “Amazing Grace” sem máscaras num encontro religioso em Moscow, Idaho.

 Via:


Na quarta-feira, a Igreja de Cristo de Moscow, cujo pastor é o famoso teólogo cristão Douglas Wilson, anunciou que um encontro para cantar Salmos seria realizado no exterior da sede do município naquela tarde ... 
… Na terça-feira, a Câmara Municipal prorrogou o uso obrigatório de máscara, previsto para expirar em 6 de Outubro, até Janeiro, apesar de não ter havido mortes, ou mesmo internamentos, devido ao vírus COVID-19 no município de Lata.
Wilson escreveu após o evento: “Esta não foi uma assembleia de criminosos. Foi realmente um protesto pacífico, uma petição ao governo da nossa cidade para ouvir as nossas queixas e uma assembleia religiosa, tudo ao mesmo tempo. Tudo sobre isso era adequado. Cantamos três canções e a doxologia, e depois fomos para casa
Ele ressaltou que no dia em que o conselho municipal votou pela prorrogação da ordem das máscaras, o presidente do município de Moscow presidiu um casamento ao ar livre, no qual ele não usou máscara. Nem um vereador que supostamente estava presente.

 PJ Media

 

- Num breve comentário, lembramos que personalidades destacadas do Partido Democrata, como Nanci Pelosi, têm sido surpreendidas sem máscara e a frequentar serviços que por lei deveriam estar fechados. Os comunistas e o velho princípio do "uma lei para nós e outra para o povoléu"...

 


Já há alguns meses que a extrema-esquerda norte-americana aproveitou a histeria/EXPERIÊNCIA SOCIAL TOTALITÁRIA CHINESA covidiana para impor a proibição de cristãos e judeus cantarem nas suas celebrações. As outras religiões, nomeadamente o Islamismo, não sofreram quaisquer restrições.

Também não têm restrições os terroristas, os comunistas, os satanistas e outros grupos que  espalham o caos e a guerra civil nos Estados Unidos, protegidos pelo Partido Democrata, na esperança de que não haja eleições e Trump não seja reeleito.

 

Transssexual satânico e terrorista antifa confrontados por um militante patriota dos Proud Boys (grupo conservador multi-racial).  Um dilema para a Polícia, que tem ordens para prender apenas cristãos, judeus e conservadores, sempre e apenas se forem brancos.


Veja também:

sexta-feira, 25 de setembro de 2020

Charlie Hebdo, hoje: ataque islamista com cutelo

Apenas mais um ataque. Só foi falado por se ter dado perto das instalações do Charlie Hebdo, palco de um dos massacres islamistas mais notórios da História recente da Europa. Poucos, muito poucos, meios de comunicação referiram a nacionalidade do terrorista detido e menos ainda a motivação islamista do ataque:

 

Ataque islâmico com um cutelo perto das antigas instalações do Charlie Hebdo: um paquistanês já conhecido dos serviços policiais preso, admite os factos. Um segundo homem preso.

 

Sob custódia policial, o homem preso na Bastilha, que "admitiu os factos", segundo as nossas informações, recusou fornecer a sua identidade. Ele terá 18 anos e nasceu no Paquistão. As suas impressões digitais devem ser verificadas para confirmar a sua identidade.

Segundo as nossas informações, ele tem ficha criminal.

 
Um homem preso, reconheceu os factos

13:50 - Um segundo suspeito preso em Paris.

A Polícia prendeu um segundo suspeito, de acordo com nossas fontes.

Não é certo que seja cúmplice.

13h45 - Uma investigação por "tentativa de assassinato" foi aberta pelo promotor de Paris.

Actu.fr

 

Um suspeito foi preso na escadaria da Ópera da Bastilha por volta das 12h45. Ele tinha vestígios de sangue nas suas roupas. 

 A Polícia já não está a procurar um cúmplice. Haverá apenas um autor.

Le Figaro

 
Damien Rieu
@DamienRieu

Cutelo encontrado na cena do ataque:



Testemunha de ataque perto das antigas instalações do Charlie Hebdo relata o que viu: "Eu vi uma jovem com um grande ferimento na cabeça, sangue escorrendo por todo o rosto"

@BFMTV

 

 

(...)

 

Via:

 


 

Os jornaleiros islamizadores dos mentígrafos vão, como de costume, afirmar que ele não era muçulmano, mesmo tendo o terrorista admitido e motivação do ataque.

Mesmo quando eles o declaram, por vídeo ou por escrito, a vara jornaleira se desunha para proteger o Islão.

Este, por exemplo, deixou testamento:

 
Denain: um muçulmano queria "morrer como um mártir" ao cometer um ataque
 a
 
Denain: Ele queria "morrer um mártir" num ataque contra a Polícia

Na tarde desta quarta-feira, em Denain, um homem de 48 anos foi detido pela Polícia. Numa carta, ele falou de um ataque planeado contra a Polícia de Alès.


Foi o gerente de um albergue em Denain quem encontrou a carta de um dos seus residentes. Ele imediatamente chamou a Polícia, que interveio alguns minutos depois.

O homem descreveu um plano para atacar a Polícia na delegacia de Alès. Na sua carta, o homem também mencionou a sua convsaersão ao Islão.
da
[…]
 
Artigo completo em:

Actu17
 
 Via:
 

 

Esta postagem fica na nossa secção FRANÇA.

França: Uma em cada duas pensões de reforma é paga a uma pessoa nascida no estrangeiro

Fraude social: "uma em cada duas pensões de reforma é paga a uma pessoa nascida no estrangeiro", segundo Charles Prats. Uma fraude de 50 biliões de euros.

 


Na sua investigação "O Cartel da Fraude", o magistrado Charles Prats faz um balanço da extensão da fraude social na França.
Fraude documental, dezenas de milhares de centenários ainda "vivos", um terço de estrangeiros irregulares, terroristas recebendo pensões, fraude organizada em redes.
Prejuízo de mais de 50 biliões de euros. 

 

 
 
Via:



Esta postagem fica na nossa secção FRANÇA.
 
Recentemente nessa secção, um caso ao acaso:

Von Der Leyen ameaça cortar víveres aos italianos (VÍDEO)

  Von Der Leyen ameaça cortar víveres aos italianos se votarem mal: “Veremos o resultado da votação na Itália. Se as coisas forem numa dire...