quinta-feira, 29 de agosto de 2019

VÍDEO: Terroristas do Hamas atacam prova de natação infantil


Pânico: Míssil de Gaza atingem evento de natação infantil israelita

As crianças certamente lembrarão este momento para o resto das suas vidas, disse um morador local.

Milhares de civis refugiaram-se em abrigos na noite de quarta-feira, quando os terroristas do Hamas da Faixa de Gaza dispararam outro míssil em direcção ao sul de Israel.

O míssil também interrompeu um evento de natação juvenil na comunidade de Netiv HaAsara, fazendo com que cerca de 80 crianças fugissem em pânico.

Não houve feridos.







Isto é o dia-a-dia dos israelitas. Isto e pior. O Mundo aplaude. Imagine-se que tinha sido ao contrário, que tinha sido Israel a atacar crianças, civis, ou mesmo os terroristas árabes.
Visite a nossa secção
TERRORISMO ANTI-SEMITA 
e  confira esta chocante dualidade de critérios, de um Mundo que financia os terroristas que assassinam judeus e condena Israel por se defender, por não se deixar aniquilar.
Por exemplo:

Bolívia comunista queima 1 MILHÃO de hectares da Amazónia. Alguém protesta?

Na sequência de:

Israel envia ajuda para a Amazónia


Bolívia queima mais de 1 milhão hectares de floresta com o acordo do Presidente Evo Morales ... onde está Macron?


As imagens de satélite da NASA [...] mostram os enormes incêndios nas florestas tropicais da América Latina. Este desmatamento da maior área de floresta tropical do mundo está a mobilizar a opinião mundial há semanas. Mas se olharmos mais de perto, perceberemos que o Brasil não é absolutamente o único país da região onde isto se passa. Grandes incêndios também devastam o Peru e o Paraguai, mas é na Bolívia que eles são os mais virulentos.

Há uma razão para isso:
Um decreto [Decreto 3973] entrou em vigor na Bolívia em 9 de Julho, e não apenas permite a limpeza em massa por meio de queimadas na floresta virgem, mas incentiva-as sistematicamente.
Numa entrevista colectiva, o presidente boliviano Evo Morales anunciou esta ofensiva contra a floresta, pelo fogo, com uma postura quase heróica e foi aclamado por camponeses. É direito do povo boliviano que todos usem a terra e "limpem" a floresta. É por isso que ele autoriza com orgulho o "queima controlada" - limpeza controlada através de corte e queima. [...]
Desde que foi emitido o decreto, centenas de grandes incêndios foram accionados, para criar superfícies da floresta virgem utilizáveis ​​para a agricultura. [...] O jornal "El Deber" soa o alarme e indica que nestes últimos dias pelo menos 500.000 hectares * de floresta foram aniquilados. Os pedidos de ajuda vêm de Puerto Suarez, no leste da Bolívia e na Chiquitania. Mas quem critica esta política de queima da floresta amazónica é atacado pelo regime socialista da Bolívia.
NTV
Via:

https://www.europe-israel.org/2019/08/la-bolivie-brule-plus-de-500-000-hectares-de-foret-avec-laccord-du-president-evo-morales-ou-est-macron/

* - Nota: hoje a área ardida já vai em 1 milhão de hectares.

Ou seja:
Bolsonaro é conservador, portanto a culpa dos incêndios criminosos da Amazónia é dele.
Evo Morales é comunista, portanto é um gajo porreiraço, apesar de mandar queimar a mesmíssima Amazónia!



Veja também - e avalie a canalhice dos jornalistas e da extrema-esquerda, que ainda por cima justificam os fogos na Bolívia dizendo que foram os do Brasil (os fogos mauzões, do Bolsonaro), que alastraram!:

Grupo usou whatsapp para convocar "dia do fogo" no Pará

Globo Rural no meio do fogo: nossos repórteres flagram queimada na floresta

Bolsonaro manda investigar grupo que convocou "dia do fogo" no Pará



E aqui temos - 1 milhão de hectares (por enquanto) que não preocupam o Bloco de Esquerda nem o Macron nem os jornalistas nem ninguém:




Esta postagem fica arquivada na nossa secção

Israel envia ajuda para a Amazónia

Não perca:

Bolívia comunista queima 1 MILHÃO de hectares da Amazónia. Alguém protesta?


Um incêndio consome a floresta amazónica do Brasil, segunda-feira, 26 de Agosto de 2019. (AP Photo / Eraldo Peres).


Israel enviou equipamento de combate a incêndios para combater incêndios na Amazónia

Em conversa com o presidente brasileiro Bolsonaro, o primeiro-ministro de Israel prometeu assistência israelita aos incêndios florestais.

Por Abigail Klein Leichman, Israel21.org

Em resposta aos incêndios devastadores que assolam a floresta amazónica nas últimas três semanas, Israel enviou uma aeronave de combate a incêndios com produtos químicos retardadores de chamas para o Brasil.

O presidente brasileiro Jair Bolsonaro twittou em 25 de Agosto que recebeu um telefonema do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu oferecendo o equipamento para ajudar nos esforços de combate a incêndios das Forças Armadas Brasileiras e aceitou com gratidão.

Netanyahu twittou que disse a Bolsonaro que os retardadores de chamas seriam despachados imediatamente. O Gabinete do Primeiro Ministro não teve mais actualizações a partir de hoje.

    O primeiro-ministro Netanyahu conversou esta noite com o presidente brasileiro @jairbolsonaro e ofereceu-se para enviar imediatamente retardadores de chamas. O presidente brasileiro agradeceu ao primeiro ministro e aceitou a oferta.

    - PM de Israel (@IsraeliPM) 25 de Agosto de 2019


No início deste mês, o Brasil declarou estado de emergência devido ao crescente número de incêndios na região. A Amazónia, a maior floresta tropical do mundo, é conhecida como os "pulmões do mundo" pelo seu papel na absorção de dióxido de carbono e na produção de oxigénio. Estima-se que um milhão de indígenas e três milhões de espécies de plantas e animais vivem na floresta tropical.

Via:


Provavelmente Israel enviaria também pessoal para ajudar a combater os incêndios, mas, aquando da Tragédia de Brumadinho, a extrema-esquerda e os islamistas conseguiram pressionar o governo a mandar a ajuda israelita embora, espalhando o abjecto libelo de que Israel iria "invadir o Brasil":



Tragédia de Brumadinho: Extremistas obrigam Israel a deixar o Brasil


Por outro lado - e pese embora o amor que temos pelo Brasil - Israel é um Estado minúsculo, cujos meios mal chegam para combater os incêndios que os terroristas do Hamas, do Hezzbollah, do ISIS, da Jihad Islâmica e de mil e um bandos islamistas que fazem Israel arder meses a fio, todos os anos:


Os incêndios são apenas mais uma estratégia de terrorismo contra Israel, a juntar aos ataques diários contra civis (que ainda há dias vitimaram a jovem Rina Schnerb) e aos ataques com mísseis, desde o Líbano e desde Gaza.
Enquanto o Mundo se cala, os "palestinos" fazem chover mísseis sobre os civis israelitas; ainda há pouco caiu o 10º em duas semanas:



Quando Israel responde (após avisar que bases de terroristas vai bombardear, para que não haja baixas) os jornalistas acorrem aos gritos de "Assassinos!!!". Nada de novo desde os tempos de Hitler ou da Santa Inquisição. As moscas é que mudaram.

Esta postagem fica arquivada na nossa secção

terça-feira, 27 de agosto de 2019

Pai "palestino" persegue filho com faca e ensina-o a esfaquear judeus

Isto é educação adequada? Veja como este pai “palestino” ensina o seu filhinho a esfaquear judeus com uma faca. Horrível!
Via:
https://israelunwired.com/palestinian-father-son-knife-stab-jews/?fbclid=IwAR0-9tf0gDP2Bhmt1_fnBP-8wEGi-eAGyewlM6IaJv8LsMvrlWi-WU2r7Hk





A educação árabe errada
Os árabes têm a capacidade de impedir que o islamismo radical se espalhe. Mas isso começa com a educação adequada das crianças. E, como pode ver-se neste vídeo, a educação árabe “palestina” é  simplesmente abuso infantil. É assustador assistir a este vídeo em que um pai persegue (o que se supõe ser) o seu filho com uma faca. Porque é que ele o persegue? Para o ensinar a esfaquear judeus! Numa idade tão jovem, as mentes infantis “palestinas” estão a ser envenenadas.
Repare no rosto da criança. Olhe para os movimentos do corpo dela. Ela parece muito assustada. Como é que um pai pode fazer isto com o seu filho? É doentio. Se o mundo não parar com isto, as ideias radicais continuarão a espalhar-se. Não pode haver paz se enquanto esta for a educação que a próxima geração recebe. Nenhuma criança em nenhuma cultura deveria ser exposta a isto! Infelizmente, o islamismo radical faz lavagem cerebral a muitas crianças.

Nota do Tradutor - Veja por exemplo o post:

Os Jovens Leões do Califado ("As crianças, pá")


Inimigos de Israel

Os inimigos de Israel ensinam ódio, não amor. E apesar do facto de que esses inimigos cercam Israel por todos os lados estão constantemente a ameaçar Israel e a pôr tantas vidas em perigo, o povo judeu AINDA ensina amor. Eles não ensinam a odiar e assassinar. Sim, eles podem ensinar a defender. Mas que outra escolha têm
eles? Se soldados e civis também não se defenderem o seu Estado e o seu povo, quem o fará?
Nota do Tradutor - Israel é o ÚNICO país do Mundo que tem o seu direito a defender-se contestado pela comunidade internacional (ONU, União Europeia, etc.).

A Imprensa não o fará. não vai. As Universidades também não. A maioria dos outros países também não. Então Israel precisa de se defender. É absurdo que o mundo denuncie Israel por se defender, mas não os "palestinos" por ensinarem os seus filhos a esfaquear e assassinar judeus. Como disse Golda Meir, ex-primeira ministra de Israel, "a paz virá quando os árabes amarem mais seus filhos do que nos odeiam".
Nota do Tradutor -  Este é apenas mais um vídeo alegremente compartilhado na Internet por um papá orgulhoso que ensina a prole a chacinar judeus. Imagine o que iria por esse mundo se um israelita fizesse o mesmo.

COMENTÁRIO
Aos muçulmanos tudo é permitido. Os israelitas têm que mostrar "contenção" enquanto são diariamente atacados pelos terroristas. As crianças, que são objecto de tantos cuidados na cultura contemporânea (E MUITO BEM!!!), podem ser ensinadas a matar, a fazer-se explodir, desde que os alvos sejam judeus...

Aconselhamos vivamente este post:

"A Morte é Doce", diz a TV "palestina" à juventude

domingo, 25 de agosto de 2019

Eco-fascistas rejubilam com incêndio na Amazónia


Uma onda de incêndios varre a Amazónia. A extrema-esquerda, os eco-fascistas e os globalistas (como Macron) estão a aproveitar o mais que podem.


A Globosta, a BBC(analha), a SIC do senhor Francisco Pinto Globalsemão, o Al-Público, o Corão da Manhã, enfim, a jornaleirada toda, queimam Bolsonaro sem parar. E os idiotas úteis acreditam...

Incêndios na Amazónia: Bolsonaro critica o "espírito colonialista" de Macron, que usou uma fotografia de há pelo menos 16 anos

Jair Bolsonaro denunciou o "tom sensacionalista" adoptado por Emmanuel Macron sobre os incêndios que assolam a Amazónia, acusando-o de divulgar informações falsas. Bolsonaro censura o "espírito colonialista deslocado no século XXI".

Confrontado com os incêndios que assolam a Amazónia desde o início do ano, Emmanuel Macron convocou, na noite de 22 de Agosto, redes sociais membros do G7, reunidos desde 24 de Agosto na cidade de Biarritz, para tratarem do problema.


"A nossa casa arde. Literalmente. A Amazónia, o pulmão do nosso planeta que produz 20% do nosso oxigénio, está em chamas. É uma crise internacional.
Os membros do G7, vão dentro de dois dias falar sobre esta emergência", pode ler-se na sua conta no Twitter, acompanhado pela foto de uma floresta em chamas.


Uma declaração que, obviamente, não agradou ao governo brasileiro. Falando também na rede social em 23 de Agosto, o sucessor de Dilma Rousseff lamentou o facto de que, segundo ele, Emmanuel Macron "busca explorar um problema interno do Brasil e de outros países amazónicos para obter um benefício político pessoal", acrescentando que "a sugestão do presidente francês de que as questões amazônicas deveriam ser discutidas no G7 sem a participação dos países da região evoca um estado colonialista deslocado no século 21".
Jair Bolsonaro também acusou Emmanuel Macron de usar um "tom sensacionalista" sobre a Amazónia, acusando-o do uso de "fotos falsas".


Uma foto com pelo menos 16 anos

Quando fazemos uma busca da imagem usada na mensagem do presidente francês, notamos que ela foi tomada pelo foto-jornalista americano Loren McIntyre, que colaborou com a National Geographic. No entanto, este último morreu em 2003. Se é impossível datar o instantâneo com precisão, podemos dizer que ele tem, portanto, pelo menos, 16 anos de idade.

Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), foram registados 75.336 incêndios florestais no território brasileiro de Janeiro a Agosto, 84% a mais do que no mesmo período do ano passado, dos quais mais de 52% dizem respeito à Amazónia. Jair Bolsonaro havia insinuado que as ONGs poderiam ter provocado esses incêndios para atrair "a atenção contra a sua pessoa e contra o governo brasileiro".

Vários eventos estão programados para 23 de Agosto em São Paulo e no Rio de Janeiro. Além disso, o movimento da jovem sueca Greta Thunberg, "Sextas-feiras para o Futuro", apelaram a protestos em frente às embaixadas e consulados brasileiros em todo o mundo.

https://www.europe-israel.org/2019/08/incendies-en-amazonie-bolsonaro-fustige-letat-desprit-colonialiste-de-macron-qui-utilise-un-cliche-vieux-dau-moins-16-ans/

Os fofinhos pedem a queima literal de Bolsonaro, entre outros mimos. É impressionante o ódio que a extrema-esquerda eco-fascista é capaz de destilar...

 



O melhor comentário
"O interesse não e nas águas da Amazónia, que eles nem banho tomam. Nem é na madeira, que esse Macron já é um tremendo cara de pau."

Não sabe o que são eco-fascistas? Então veja sff estes posts:

A Impostura Climática

31.000 cientistas REJEITAM tese "oficial" do aquecimento global 

Harry e Meghan Markle: só 2 filhos para a Terra não aquecer


E assista a este vídeo:

sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Rina Shnerb, 17 anos, mais uma vítima dos pacíficos "palestinos"

Todos os países do mundo são absolutamente livres de combater ou expulsar os terroristas do seu território. Apenas Israel é pressionado pela comunidade internacional (que financia esses terroristas) a manter no seu território e a sustentar a pão-de-ló os jihadistas que diariamente assassinam judeus.
E ai de Israel que apanhe e prenda os assassinos, que logo chovem condenações da ONU, da União Europeia, da Liga Árabe, do Bloco de Esquerda, do PSOL, da Igreja Católica e Anglicana, do cão, do gato e dos jornalistas todos...


Ataque à bomba contra 3 membros de uma família na Samaria mata menina israelita de 17 anos
World Israel News (condensado)
Um pai e os seus dois filhos adolescentes foram atacados hoje, sexta-feira, quando uma bomba improvisada explodiu depois de ser activada, quando estes faziam uma caminhada na Samaria, perto da comunidade de Dolev.

A filha de 17 anos morreu dos ferimentos graves que sofreu no ataque. Ela foi identificada como Rina Shnerb.


A família é de Lod, nos arredores de Tel Aviv.

O pai de 46 anos, o rabino Eitan Shnerb, sofreu ferimentos moderados e o seu filho de 19 anos, Dvir, ficou seriamente ferido. Ele foi operado no hospital Hadassah Ein Kerem, em Jerusalém.


Forças militares israelitas estão busca dos terroristas.

Os três membros da família iam visitar o memorial de uma vítima do terrorismo, Dani Gonen, que foi assassinado por terroristas árabes em 2015.


Danny Gonen


Devorah, a mãe de Danny Gonen, junto do memorial em honra do seu filho



“Em meu nome e dos cidadãos de Israel, envio profundas condolências à família da jovem Rina Shnerb, que foi assassinada num duro ataque terrorista esta manhã, e desejo uma rápida recuperação ao seu pai, Rabi Eitan, e ao seu irmão Dvir."
, disse o primeiro-ministro e ministro da Defesa, Benjamin Netanyahu, em comunicado.

“Continuaremos a defender as nossas comunidades. Vamos aprofundar as nossas raízes e atacar os nossos inimigos. As forças de segurança perseguem os terroristas abomináveis. Nós vamos capturá-los. O longo braço de Israel atinge todos aqueles que buscam as nossas vidas e vão acertar contas com eles”, prometeu.


Milhares de pessoas no funeral da jovem Rina Shnerb. Enquanto isso, o Mundo é alimentado com a nojenta patranha antissemita de que são os judeus que matam árabes inocentes.


O pai fala da sua filha assassinada, na cama do hospital:

Feminazis estupradas pelos "migrantes" seus protegidos




Os "refugiados" estão cá para procriar com as mulheres europeias. Não vão para nenhum país islâmico. Vêm colonizar-nos e substituir a nossa população. Este xeque "palestino" não pode ser mais claro.

O que vos contamos neste post está longe de ser novidade. A nova realidade na Europa é o estupro islâmico em larga escala. No Amigo de Israel 1.0 a secção Jihad Sexual deu uma ideia elucidativa desta nova realidade.
As feminazis suecas pedem literalmente para serem estupradas. Mas quando lhes calha a vez, custa um bocadinho mais. E depois queixam-se...
Até os mais ardorosos defensores da invasão islâmica acabam por reconhecer que o Islão é INCOMPATÍVEL com qualquer outra forma de viver e pensar.
E sim, o estupro de mulheres não muçulmanas (os não-muçulmanos são considerados escravos dos muçulmanos) é 100% islâmico. Clique o confira o Top-20 dos mais pacíficos mandamentos da Religião da Paz:
"Tu deves ter relações sexuais com escravas sexuais e trabalhadoras escravas".
Alcorão 4: 3, 4:24, 5:89, 33:50, 58: 3, 70:30
O problema não é isto constar do Corão. No século 7 as coisas eram assim. O problema é que isto continua a ser praticado.


O Islão pratica a escravatura sexual há 1400 anos. "Ser escrava sexual de um muçulmano é a maior honra a que uma mulher infiel pode aspirar".


Via BARE NAKED ISLAM:

Tentando provar que os "xenófobos" e "islamófobos" estão errados sobre os imigrantes muçulmanos serem perigosos, uma mulher sueca de meia-idade acompanhou dois imigrantes afegãos ao seu centro de asilo ... e foi violentada e sexualmente abusada por eles.


Elas dão as boas-vindas aos muçulmanos, mas eles são peremptórios:
"As mulheres brancas só são boas para uma coisa: para os muçulmanos f ***** e usarem como lixo"

Daily Mail - Uma mulher sueca de 40 anos foi brutalmente violada por um adolescente muçulmano afegão, Anwar Hassani, enquanto outro emigrante muçulmano, Fardi Hesari, a molestou. A vítima disse à Polícia que se interessou pelos adolescentes, quando soube que eram migrantes do Afeganistão.
Ela explicou que era membro de um grupo do Facebook que faz campanha contra a deportação de migrantes da Suécia. Numa entrevista policial, ela disse que "os outros pensam que eles [os migrantes] devem voltar para casa, mas ela opõe-se a isso".

As feministas suecas pedem literalmente para não serem protegidas dos estupradores maometanos. Dizem que preferem ser estupradas por eles a serem defendidas pelos homens europeus. E sempre a tremerem de ódio - e de olhos esbugalhados, gaita! PORQUÊÊÊÊÊ os olhos assim sempre arregalados????...

Ela disse que Hassani começou a tocar-lhe o corpo, e que o afastou dizendo "Eu não quero, eu não quero", mas ele pôs-se em cima dela e puxou-lhe as calças para baixo. Hassani disse-lhe várias vezes para ela ficar "quieta", e começou a estuprá-la apesar de ela gritar em protesto. 
Hesari, que estava deitado na cama ao lado deles, desceu do colchão e começou a apalpar-lhe os seios enquanto se masturbava. Ao mesmo tempo, Hassani penetrou-a analmente, causando-lhe "dor excruciante".

"Sueca foi estuprada em grupo, analmente, oralmente e vaginalmente por 20 muçulmanos em área proibida a infiéis na Suécia. Quando pediu ajuda aos transeuntes, disseram-lhe que ela era "nojenta" e deixaram-na coberta de esperma". Um dos muçulmanos queixou-se de que, quando abriu a boca à infiel para a estuprar oralmente, ela tinha a boca seca e um outro muçulmano teve que lhe cuspir na boca - pessoalmente, acho que foi islamofobia da parte da mulher estuprada.
 
Activista sueca que faz campanha contra a deportação de imigrantes muçulmanos da Suécia foi estuprado e agredida sexualmente por dois requerentes de asilo muçulmanos afegãos na Suécia.


77% dos estupros na Suécia são cometidos pelos muçulmanos, que são 2% da população.
 
VOICE OF EUROPE - Uma mulher sueca de meia-idade foi estuprada e abusada por dois requerentes de asilo afegãos nas suas acomodações de refúgio, relata o Fria Tider. A mulher, que era membro de um grupo do Facebook contra deportações de imigrantes, tentava provar que os xenófobos estão errados sobre o facto de que os afegãos são perigosos.


Um dos enriquecedores culturais e o local onde se deu o enriquecimento.


Ela conheceu os dois refugiados do Afeganistão em frente a um bar e decidiu acompanhá-los ao seu centro de asilo em Ljungby.
Quando chegaram, as coisas mudaram rapidamente. Eles beberam álcool e um dos homens começou a tocá-la, apesar de ela ter dito que não queria e apesar dos seus protestos repetidos.

O chefe da Polícia, Stephen Jerand, já avisou todas as mulheres de que não devem sair depois do pôr-do-sol,  pois podem ser estupradas, ou "algo mais terrível". Os árabes e os norte-africanos, organizados em gangues de estupro, têm cometido actos de grande violência. Os ataques têm como alvo não apenas o ambiente de bares mas as mulheres que vão para o trabalho. É o Islão, amiguinhos...

Mais tarde, um dos homens, chamado Anwar, estuprou-a vaginal e analmente, enquanto o outro se masturbava ao lado dela. Foi uma experiência muito dolorosa, disse ela. A mulher ficou traumatizada pela experiência horrível e agora tem problemas de sono. (Alguém está ralado?).
A Suécia ganhou a distinção de ser a capital da violação da Europa… graças à imigração muçulmana em massa.

------------------------------------------

A Suécia vota na extrema-esquerda feminista que está no poder. A preocupação nº 1 do eleitor sueco é apoiar os terroristas islâmicos na obliteração de Israel. Terem as suas mulheres e crianças estupradas não os incomoda minimamente.
Há quem argumente que estupros ocorrem em todas as culturas. É verdade, mas o Islão é a única onde estuprar mulheres e crianças é legal e bem visto pelas leis religiosas e civis (que no caso do Islão são uma e a mesma coisa).
Ou seja: para eles, estuprar as mulheres "infiéis" é um direito e um  dever. Os "infiéis", na óptica do Islão, são inferiores e merecem ser castigados.
 




Uma senhora de 29 anos, mãe de família, foi estuprada por 12 selvagens maometanos afegãos, durante 7 horas, continuamente. Oralmente, analmente e vaginalmente, com três selvagens de cada vez a estuprarem-na. Os outros maometanos assistiam e aplaudiam, enquanto chamavam "puta" e "cabra" à senhora. Apenas 7 tiveram penas simbólicas e os jornalistas abafaram o caso. Na óptica do Islão, esta senhora teve direito à maior honra concedida a uma mulher não-muçulmana:


Vídeo permanentemente retirado: selvagens maometanos gabam-se de terem estuprado rapariga alemã virgem e de a terem coberto de sémen e terra. E quem for contra é "racista"!

NOTA: O que aqui mostramos é apenas um relance da desgraça que e o Islão. Se aceder ao BARE NAKED ISLAM ou ao VOICE OF EUROPE, por exemplo, terá informação permanente sobre a invasão do Mundo Livre pelo Islão. Basta accionar a tradução automática. 


Islão? Não, obrigado!

Que bem galopam as feministas suecas!



A Polícia na Suécia serve para... combater o "machismo"!

A Suécia é, de há muitas décadas, o país onde as mulheres alcançaram plena igualdade de direitos, a par com os homens. Se há país no mundo que não pode ser considerado machista, é a Suécia.
No entanto, as neo-feministas de extrema-esquerda conseguiram chegar ao poder, e têm imposto notáveis avanços civilizacionais, tais como vestir os polícias de bailarinas, com tutus cor-de-rosa (imagem acima)!

O dia-a-dia da Suécia, hoje:


* Tenha em mente que este é apenas um exemplo. Os casos são aos milhares.




 O Islão não respeita os infiéis, e sobretudo as mulheres infiéis.

A Suécia é hoje a capital europeia da jihad do estupro. Mas o que preocupa as neo-feministas suecas não é o estupro islâmico, que não poupa nem as crianças! 
O que as preocupa é "a sociedade machista e patriarcal". 
Porque as estátuas equestres mostram HOMENS! 
É por isso que eles galopam em protesto, relincham, esfregam os focinhos umas nas outras e raspam o chão com os casos. Ainda não começaram a aliviar-se no chão, em público, como os cavalinhos, mas pouco deve faltar.
Duvida? Então assista:






Talvez o nosso estimado leitor acalente a esperança de poder conversar com pessoas como estas. E talvez em consequência disso acabe por levar um banho de urina, como o caso abaixo ilustra:



Ou talvez consiga falar com elas, mas só se usar a Língua feminista. Aprenda:




Feministas do meu país:
Vede a Padeira de Aljubarrota, que não montava a cavalo mas matou uma quantidade de homens sozinha! 
E não galopeis, por favor! Ó, por Deus, não galopeis...



Visite a nossa secção

SUÉCIA

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

As feministas ladrantes da Alemanha!!!

É entrar, é entrar! Senhoras e senhores, meninas e meninos! É entrar!
Temos o prazer de apresentar a vosselências...
As feministas ladrantes da Alemanha!!!:


Estas boas senhoras procedem diariamente a estes rituais da nova religião extrema-esquerdista/islamista, como forma de protesto contra a AfD (Alternativa para a Alemanha) o partido que se opõe à invasão islâmica promovida pela senhora Merkel.
Mas elas não apenas ladram!!! Elas também se espojam no chão a adorar o deus Alá e a berrar impropérios contra "o Trâmpe"!:




Por todo o Mundo, as neo-feministas  comportam-se literalmente como animais (sem ofensa para os animais, claro!).
 

Ficou famosa esta brasileira que urinou e defecou na foto de Bolsonaro:




Note-se que no Brasil elas defecam de borla, mas aqui em Portugal esta recebe 3.150 euros por mês para cagar e mijar na rua:



Chamem-lhe parva...


Mas o espectáculo continua. Agora coooooom...

As feministas cacarejantes da  Bélgica!!!




O espectáculo continua, em qualquer rua, universidade, estúdio de TV ou Parlamento perto de si...

Esta postagem fica na nossa secção


Azeite VIRGEM = Pornografia!

Muçulmana acusada de pecado por publicar foto de azeite porque continha a palavra "virgem" 
Isto é ridículo, mas note-se que, quando este homem acusa esta mulher de pecado, fá-lo porque pensou em sexo quando ela disse "virgem"
Ela é a responsável pelos pensamentos que lhe vieram. Isto é semelhante à mentalidade por trás do hijab: uma mulher deve cobrir-se para remover a causa da tentação de um homem, e se ele é tentado, é culpa dela. 
A responsabilidade é sempre da mulher, nunca do homem. Portanto, isto não é apenas ridículo, mas profundamente misógino e profundamente islâmico.
Robert Spencer/JihadWatch 

Esta postagem fica na nossa secção


Azeite virgem - pornografia islâmica!


"Uma mulher muçulmana foi acusada de cometer um pecado por publicar uma imagem de azeite porque continha a palavra 'virgem'" 
Gareth Davies, 16 de Outubro de 2017, MAILONLINE



Uma mulher muçulmana foi acusada de cometer um pecado por publicar uma foto de azeite porque continha a palavra "virgem".
A mulher, cujo perfil do Twitter apresenta as bandeiras da Jordânia, "Palestina" e Nova Zelândia, postou a foto no Snapchat e imediatamente recebeu uma resposta de um de seus seguidores. (...)
O homem, que mais tarde foi identificado pela mulher, disse: "Você não deve enviar fotos assim, porque contêm palavras como 'virgem' e isso faz um homem pensar sobre acções que você pode ter cometido".
Mais tarde ele tentou retroceder dizendo que sua mensagem era apenas uma "naseehah", que é uma palavra árabe para aconselhamento.
"Querida irmã. Eu simplesmente estava a dar-lhe conselhos sinceros em particular", escreveu ele no Twitter.
"Não há necessidade de expor essas coisas". ...


------------------------------------------------

Leia também:

Mulher que vai ao mar, vai adulterar!

Siga a FESTA!!!



Não; o caso é sério:



Esta do azeite pecaminoso até seria engraçada, se não fosse a realidade diária do Islão.
Um "refugiado" iraquiano estuprou um menino de 10 anos "porque há 4 meses que não fazia sexo". Foi na Áustria.
E é todos os dias isto, em todo o Mundo.

--------------------------------------------


P.S. - Entretanto lembrámo-nos de quando Paulo Portas era Ministro dos Negócios Estrangeiros e andava pelo Médio Oriente a vender azeite:


Felipe Neto recomenda SODOMIA

  Olavo de Carvalho avisou - é atrás das crianças que eles andam! Felipe Neto, o ídolo da juventude, o queridinho do Sistema, o modelo para ...