quinta-feira, 23 de maio de 2019

Notre-Dame: Especialistas confirmam fogo-posto


Incêndio da Notre-Dame: um fogo de tal violência seria impossível sem agente acelerador, de acordo com os testemunhos de bombeiros, carpinteiros, engenheiros ...
 Jacques CHASSAING
https://www.europe-israel.org/2019/05/incendie-de-notre-dame-un-feu-dune-telle-violence-impossible-sans-accelerateur-selon-les-temoignages-de-pompiers-de-charpentiers-dingenieurs-video/


 Os nossos posts anteriores sobre o incêndio da Catedral de Notre Dame:

Câmara captou incendiário da Notre Dame?

Confissões de um mestre-pedreiro francês

Emiratos Árabes Unidos lançam petição para transformar Notre Dame em mesquita

Clérigo Muçulmano Influente Celebra Fogo na Catedral de Notre Dame, Ameaça Jihad Contra a França

Notre Dame: Verdades, Mentiras e Ameaças

A França que se regozija com o incêndio da Notre Dam

Jornal turco celebra o incêndio de Notre Dame: "MALDIÇÃO DA TURQUIA CUMPRIU-SE"

Líder dos estudantes franceses ri do incêndio da Notre Dame e quer gasear todos os brancos

Engenheiro-chefe da Notre-Dame "estupefacto" com tese de acidente

ISIS sobre a Notre Dame: "DIGAM ADEUS AO VOSSO TEMPLO POLITEÍSTA"

Inferno na Notre Dame "foi intencional"

Adivinhe quem está a CELEBRAR o incêndio da Notre Dame...

Enquanto a Notre Dame arde

E MUITO MAIS haveria a dizer. Sobre este incêndio e sobre muitos outros, não apenas em França.


Muçulmanos anónimos, grupos terroristas, jornais de países islâmicos, clérigos islâmicos, celebraram efusivamente, como estes dois muçulmanos fotografados no local a festejar. Documentámos os factos - e muitíssimo ficou por dizer. Nos tempos que correm, celebrar um incêndio de um local de culto e de uma jóia da Arte mundial, é admissível. Documentar factos, é considerado "incitação ao ódio".


No auge do incêndio, os media já diziam que se tratara de causa acidental.

Mas essa hipótese não é aceite pelos profissionais da construção e restauro de monumentos. O aparato estatal Macron apressou-se a silenciá-los.


Infelizmente, acho que não foi um acidente
 
"Ex-aluno da École du Louvre, formado em História da Arte, visitei a Notre-Dame com arquitectos dos Edifícios de França, há vários anos. O vigamento de madeira, do século 12, estava protegido ao máximo! Cada intervenção é sempre acompanhada por arquitectos, especialistas, historiadores ... 
Nenhum início de trabalho é previsto sem extrema cautela: sem fontes de calor, sem chamas vivas, sem aparelhos eléctricos; há um sistema de alarme e monitorização de alto desempenho e muito rigoroso. Acho que um dia descobriremos que se tratou de  um incêndio criminoso. "

Não havia trabalhos de soldadura ou pontos quentes possíveis


Arquitecto-chefe de monumentos históricos e responsável pelo restauro da torre:


"Depois de várias perguntas e depoimentos, parece-me útil trazer esta informação: o trabalho de restauro ainda não havia sequer começado; o andaime estava apenas a ser erguido.

Sem solda ou sem pontos quentes possíveis, portanto. "
Eu confirmo que todas as precauções são tomadas neste tipo de construção.

"Eu compartilho esta análise. Trabalho frequentemente em ambientes sensíveis com este e confirmo que todas as precauções são tomadas neste tipo de construção, além de medidas de prevenção drásticas. É solicitado remover todo o equipamento eléctrico e todas as fontes de calor no final do dia de trabalho. Tudo é armazenado em lugares apropriados. O elevador, instalado com o andaime, também foi utilizado para isso.
 
O trabalho com fontes de calor está sujeito a autorização diária. Ele é supervisionado por especialistas que medem a quantidade de poeira no ar e a possível presença de gás, para evitar qualquer incêndio ou explosão. "

Eu absolutamente não acredito na tese de acidente.

"A cor das chamas e a libertação de fumo também são muito suspeitas: pessoalmente, eu nunca vi madeira seca produzir chamas tão brancas na sua base e tanto calor. Basta olhar para o fogo de casas antigas, onde se verifica que as vigas são a última coisa que permanece, com as paredes de sustentação, mesmo após várias horas de incêndio.

As madeiras de Notre-Dame vaporizaram-se em menos de uma hora, como se tivesse sido usado um acelerador de queima de madeira.
Eu absolutamente não acredito na tese de acidente. "

Que combustível poderia ter sido usado para incendiar aquelas vigas, com mais de 40 cm de espessura?
"Ex-bombeiro, eu faço-me uma pergunta: nunca vi um incêndio sem combustível.

A primeira pergunta que me impressiona é saber que combustível poderia ter sido usado para incendiar aquelas vigas, com mais de 40 cm de espessura.

1ª solução: Curto-circuito. Duvido, atendendo às precauções de segurança. E especialmente porque não havia nenhum combustível no local.
2ª solução: Uma chama viva direccionada para um feixe por pelo menos 15 minutos! Mas, atendendo ao modo de propagação, duvido também.

3ª solução: Um efeito de backdraft, isto é, um incêndio seguido de uma implosão após uma entrada de ar. "


Teria sido preciso um fogo latente por vários dias, sem que ninguém pudesse vê-lo, nem detectar o fumo! Impossível.

"Como ex-carpinteiro de madeira, posso assegurar-lhe que estas pilastras multicentenárias não podem queimar como uma palha vulgar!


O simples facto de terem sido protegidas durante séculos tornou-as à prova de podridão e não inflamáveis.

Teria sido necessário um fogo latente por vários dias, sem que ninguém pudesse vê-lo, nem detectar o fumo! Impossível.
Este incêndio de uma violência rara e de uma intensidade rara deixa os especalistas cépticos sobre a possibilidade de ter começado espontaneamente. Tal poder e tal propagação rápida inevitavelmente levantam questões. "

Basílica Saint-Denis foi objecto de um incêndio criminoso. Mas nada de conclusões precipitadas, nem generalizações!

"Sabe-se que de manhã e à noite há uma inspecção por bombeiros que monitorizam o local; 

que não havia trabalhadores no local;
que houve dois focos de incêndio (de acordo com a informação do LCI);
que o fogo se espalhou a uma velocidade excepcional;

que a Basílica de Saint-Denis foi alvo de um incêndio criminoso; etc.
Mas "nada de conclusões precipitadas, nem generalizações!"



"Penso que houve mais de um incêndio, para causar tal conflagração.

De facto, por volta das 18 h 20, um primeiro alarme de incêndio foi accionado.

Os agentes circularam sem perceber nada de anormal. Então, eles são estúpidos ou incompetentes: eu teria verificado o sótão, sabendo que ia haver lá obras.


Às 18h47, um segundo alarme de incêndio foi accionado, o que significava que o incêndio se espalhara 27 minutos no sótão ou que outro incêndio havia começado.
No caso da Notre-Dame, aparentemente os sótãos eram virgens: havia apenas vigas, de dimensões monstruosas.

Como lembrete, a Catedral de Nantes sofreu o mesmo incêndio, atribuído a um maçarico deixado aceso inadvertidamente.
Neste caso, a obra estava na fase de colocação de andaimes. Ainda não havia maçaricos (ou outro material).

Em suma, muitas perguntas permanecerão sem resposta ... "

As medidas de segurança são alucinantes. Todos os dias, no final da jornada de trabalho, agentes equipados com câmaras de infravermelhos circulam por cada divisão do edifício.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.

Muçulmano 'palestino' esfaqueia polícias na Suécia por achar que são judeus

SUÉCIA: Muçulmano 'palestino' que esfaqueou polícias pensa que a Suécia é governada por judeus sionistas que tentam matá-lo. Acusaçõ...