domingo, 15 de novembro de 2020

Marcha pró-Trump; apoiantes democratas atacam e pisam cabeças (VÍDEOS)


Nós, os apoiantes de Trump, é que somos retratados pelos media como violentos. Ontem, após a mega-manifestação de apoio ao Presidente, os terroristas Antifa e Black Lives Matter divertiram-se a espancar e aterrorizar apoiantes de Trump - com os aplausos dos jornalistas presentes. A Renascença, o Observador e a restante canalha jornaleira, continuam a encher o Youtube de vídeos alertando contra os "perigosos supremacistas brancos apoiantes de Trump".

 

Aqui, atacam um homem pelas costas e pisam-lhe a cabeça:

 

 O soco traiçoeiro em câmara lenta:




Mais fotos e vídeos no Gateway.

Um dos animais aproveitou para roubar o telemóvel da vítima:



Espancar, destruir, incendiar, roubar, matar - toda uma ideologia.


Aqui, um homem é atacado com garrafas e líquidos não identificados (imagina-se de que se trata...) enquanto os foto-jornaleiros o insultam:

 

 

Atacar pessoas que estão a comer em restaurantes já é um hábito desde há 6 meses, quando começou a violência generalizada nas ruas, preparando a guerra civil que eles tanto ambicionam:

 

Ataque em grupo contra um homem mais velho:


 
Aqui, roubam a bandeira a um homem e atacam-no:
 

 
O ódio desta gente à bandeira (ao País) é intenso.

Não deixam escapar uma bandeira, e atacam quem as transporte:

 


 

Tal como os Antifa, os Black Lives Matter são um grupo racista e antissemita, de extrema-esquerda. A co-fundadora da Black Lives Matter, Opal Tometi (abaixo à direita) visitou a Venezuela, louvou o regime e posou com Nicholas Maduro. Cerca de 6.000 pessoas por ano são assassinadas por “polícias” venezuelanos - seis vezes o número de pessoas mortas por polícias norte-americanos, num país 12 vezes menor, que proibiu a posse privada de armas.

 

 

Os bárbaros não pouparam sequer as crianças e houve esfaqueamentos.

Há muito mais vídeos no Geller Report, no Gateway e em outros sites independentes que mostram a VERDADE.

COMPARE AS "MANIFESTAÇÕES" DA ESQUERDA, QUE PUSERAM A AMÉRICA A FERRO E FOGO DURANTE 6 MESES, COM A MARCHA DE APOIO A TRUMP:

Sem comentários:

Enviar um comentário