quinta-feira, 10 de fevereiro de 2022

"A farsa Cotrim Figueiredo: IL é controlada pelos socialistas" - TOTALNEWS


Veja também: 

António Costa recebeu milhares de Rendeiro e João Cotrim Figueiredo -TOTALNEWS

 



Descobrimos casualmente este site argentino, o TOTAL NEWS AGENCY, que apresenta alguns artigos estilo "whistleblower", ou de denúncia. Desconhecemos a fidedignidade das informações, mas compete a quem de direito investigar. Não a nós, que não temos meios para tal. Somos whistleblowers dos whistleblowers, que já não é mau.

Este post fica na nossa secção TOTALNEWS

Passamos a TRANSCREVER, sem correcções ao Português macarrónico deste argentino:

Exclusivo: A farsa Cotrim Figueiredo, de João Rendeiro: Iniciativa Liberal é partido controlado pelos socialistas portugueses, da Espanha e da Venezuela

Por Yosef Cohen –Especial Total News

João Cotrim Figueiredo, depois de ser mocinho de recado aí do Rafael Mora e do Salvador Fezas Vital, reportando diretamente ao João Rendeiro, assinando todos os negócios mais ilegais do João Rendeiro, que agora está em prisão na África do Sul, foi para TVI. TVI é um canal de televisão de Portugal que em 2010 quando o João Cotrim foi escolhido Diretor estava liderando as audiências do mercado televisivo português. TVI era e ainda é centro de poder português. Rafael Mora queria que o João Cotrim Figueiredo fizesse ponte com o Francisco Pinto Balsemão e a mesmo tempo atacasse o Francisco Pinto Balsemão. Cotrim Figueiredo era bom porque tinha estado com os dois, Rafael Mora e Francisco Pinto Balsemão, no BPP debaixo do reino do João Rendeiro

Nosso contacto aí em Portugal me conta que a TVI em 2009-2010 estava sob intenso ataque do Primeiro-ministro de Portugal José Sócrates. O José Sócrates é o grande amigalhaço, sócio de narcotráfico e branqueamento de capitais do Lula da Silva e que tornou a Venezuela como o principal parceiro diplomático de Portugal. O José Sócrates abriu as portas a todos os amigos do João Cotrim Figueiredo aí na Venezuela. João Cotrim Figueiredo recebeu um presente de Natal de José Sócrates e de Rafael Mora por seus serviços em defesa de governo socialista de José Sócrates e atos de branqueamento de capitais usando BPP a favor de José Luis Zapatero e José Bono.  O João Cotrim Figueiredo perseguiu todos los críticos de José Sócrates em Portugal, despediu todos os jornalistas que José Sócrates lhe pediu, assediou laboralmente e moralmente todos os jornalistas que não agradavam a José Sócrates. O João Cotrim Figueiredo despediu periodista portuguesa chamada Manuela Moura Guedes porque José Sócrates, o chavista europeu, se irritava muito com ela.

O João Cotrim Figueiredo e o Rafael Mora fizeram as negociações com o José Eduardo Moniz para que ele saísse de TVI, grupo Media Capital, com um pago muito grande e um vida de luxo garantida pelo Rafael Mora. Primeira medida de Rafael Mora através do João Cotrim Figueiredo foi promover periodistas torcedores do José Sócrates aí na TVI como a Constança Cunha e Sá, o Júlio Magalhães, a Judite de Sousa, o Sérgio Figueiredo, o José Alberto Carvalho, todos que já tinham relação muito forte com o José Sócrates no canal de tv do estado de Portugal, a RTP.

 

Todos tinham boas relações com José Sócrates e com grupo de Paulo Portas, António Pires de Lima. TVI de João Cotrim Figueiredo e Rafael Mora, socialista espanhol de PSOE e ponte entre José Sócrates e José Luis Zapatero, amigo de traficante de droga corrupto Lula da Silva, com familiares em Colômbia guerrilheiros de FARC, se tornou arma propagandista de José Sócrates. Servia também interesses de família Polanco do grupo espanhol de mídia Prisa no Portugal. O Miguel Pais do Amaral, o criador do Paulo Portas e do José Sócrates como criaturas políticas, aplaudiu escolha desse João Cotrim Figueiredo para diretor de TVI e organizou entrada de família Polanco nessa TVI. O João Cotrim Figueiredo se tornou muito amigo da mulher de comunista José Saramago que és promotora de discurso de ódio e racismo com dinheiro do governo de Portugal a Pilar del Rio (criadora e presidente de Fundação Saramago). Rosa Cullel e a Pilar del Rio era quem mandava de verdade na TVI, o João Cotrim Figueiredo era só o playboy de serviço que tirava fotos, dava sorrisas para as camaras e se quedava muito contente. Ninguém o escutava. Simples assim. O Figueiredo não riscava nada, apenas era a cara que fazia promover a agenda socialista para Peninsula Ibérica. O João Rendeiro estava sempre  detrás do João Cotrim Figueiredo.

O João Rendeiro foi homem decisivo da vida de João Cotrim Figueiredo, mais fiel que amante. O António Pires de Lima, outro homem de João Rendeiro, homem mais fiel que amante a Paulo Portas, se juntou a administração da Media Capital mais tarde invitado pela Pilar del Rio e por Jose Luis  Zapatero, socialista testa de ferro de venezuelano Nicolás Maduro.

João Cotrim Figueiredo o liberal, que Rafael Mora diz ser “mais socialista que ele mesmo” é um jogador muito importante para os socialistas portugueses. O líder de Iniciativa Liberal é mais socialista, mais chavista, mais comunista que o partido socialista e o comunista partido português. É um liberal que depende em muitos níveis de sua vida dos socialistas. E cresceu na sombra do homem que agora está preso na África do Sul o Joao Rendeiro. Como o António Pires de Lima, que juntou  Paulo Portas, José Sócrates, Francisco Louçã e agora o João Cotrim Figueiredo (para matar o antigo partido CDS/PP que agora não controla mais).

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.

Adolescentes emboscados por drag-queen na igreja

Dantes, nos tempos da "Guida Scarlatti", estes espectáculos chamavam-se de travesti, eram para adultos e decorriam no famoso clube...