domingo, 26 de janeiro de 2020

Polícia mordido, motorista espancado e... "racismo"!

Quem matou Giovani e a guerra racial em curso


Como relatámos nestas duas postagens, mais uma vez a extrema-esquerda aproveitou eventos que nada têm a ver com racismo para lançar alarme social e dar combustível à sua desejada guerra racial.

Giovani Rodrigues e Pedro Fonseca merecem respeito. As suas famílias merecem respeito.

Se a instrumentalização do caso do Bairro Jamaica * já tinha sido lamentável, desta vez a falta de escrúpulos foi ainda maior, com o Bloco de Esquerda, o Livre e a ala radical do Partido Socialista a usarem as mortes de dois jovens inocentes para promoverem a sua desgraçada agenda política.


* - Não deixe de ler ou reler:

Caso Jamaica: Bloco de Esquerda quer Portugal a arder


9 .  FOI VOCÊ QUE PEDIU UMA GUERRA RACIAL?
Recapitulando (não vale a pena repetirmos a resenha detalhada que fizemos nas postagens acima indicadas, em fundo azul), após a morte de Giovani Rodrigues, a extrema-esquerda fez sair às ruas  uma multidão, acusando Portugal de ser um país racista:


Aquando do Caso Jamaica, seguiram-se semanas motins e carros queimados, para quem não se lembra. Dias depois destas manifestações contra o "racismo" luso, para além da queima de carros e afins, , uma senhora (por acaso africana) com um largo cadastro de agressões e desordens, resistiu a uma detenção (viajava de autocarro sem bilhete) e mordeu um agente da Polícia.
O inefável Mamadou Ba, apressou-se a pedir aos seus simpatizantes para não divulgarem vídeos da detenção, que qualificou logo como "racismo":


Felizmente para a VERDADE, apareceram vídeos que mostram a detenção. Como o vídeo abaixo. Imagine-se no lugar do agente. Acha que seria possível imobilizar uma pessoa que está a resistir com todas as forças, e a mordê-lo,   sem usar de alguma força?
Quem condena o agente (por "violência motivada por racismo"), seria capaz de deter a senhora sem usar a força? Ser mordido sem reagir?



O vídeo foi divulgado com este mensagem:
A todos aqueles que acusam a Polícia de Racismo, vejam NO VIDEO COMPLETO, quem é que agride quem.
Vejam com os vossos próprios olhos e ouçam as pessoas que vão falando no vídeo e que acompanharam a situação desde o princípio.
Não foram Polícias que filmaram isto! Foram transeuntes como eu ou tu.
Não acusem 50 mil homens (PSP ou GNR) de serem Racistas só porque têm preconceitos com as Polícias.
Se achas que as Polícias são racistas é porque não tens a mínima noção da realidade, ou pior, porque desrespeitas a lei, abominas o Código do Penal e achas que devias ter um tratamento diferente de qualquer outra pessoa.
O Racismo está ai mesmo: Na crença de que independente do mal que faças, por seres Branco, Preto, Amarelo ou Castanho, deves ter um tratamento especial.
Aos olhos da lei, TODAS AS CORES SÃO IGUAIS!
Nota: No vídeo ouvem-se várias pessoas (aliás de distinto sotaque africano) a dizerem para a senhora não resistir à detenção, a dizerem-lhe para não morder o agente. A senhora declara que está a morder porque o polícia é racista.
O resultado disto é que a Polícia vai deixar simplesmente de fazer o seu trabalho se estiverem envolvidas pessoas de cor não branca. Será isso IGUALDADE?



10. O GOVERNO DOBROU-SE À AGENDA DA EXTREMA-ESQUERDA
O sinal dado pelo governo foi inequívoco - criou mais um "observatório do racismo". Ou seja, concordou tacitamente com a acusação de "racismo" da extrema-esquerda. Só UM deputado se ergueu para denunciar esta VERGONHA:


Note-se também que André Ventura foi multado por... "racismo"!!!

11. APELOS EXPRESSOS À VIOLÊNCIA
Após este episódio, de novo apriveitado pela extrema-esquerda, algumas pessoas mais impressionáveis, lançaram apelos à violência, como este:




Se um indivíduo de pele branca e/ou conservador, lançasse destes apelos, seria preso. Mas como são pessoas não-brancas e/ou extrema-esquerdistas, estão acima da Lei.

Pessoas manipuladas...


12.  MOTORISTA ESPANCADO EM ESTADO GRAVE
O resultado destas proclamações provocou (outra vez) incêndios de carros e caixotes do lixo, e, mais grave ainda, o espancamento do motorista do autocarro onde Cláudia Simões viajava sem bilhete.
O motorista está hospitalizado em estado grave.



CONCLUSÃO
Portugal é seguramente dos países do mundo onde a doença do racismo é menor. Não dispomos de dados estatísticos, mas na nossa experiência de lidar com gente da mais variada, temos a noção de que julgar as pessoas pela cor da pele, é considerado desprezível em Portugal.
Há pessoas racistas, em maior ou menor grau, mas nada se compara por exemplo com o racismo institucional vigente nos países islâmicos. Na Mauritânia, por exemplo,  80% da população são escravos Negros ao serviço da elite muçulmana. E este é apenas um exemplo, repetimos.

Mamadou Ba e Joacine Katar, provavelmente muçulmanos, campeões do anti-racismo em Portugal, nada tem a dizer sobre o racismo islâmico, o de hoje ou o de ontem:




Portugal já permitiu a escravatura e o racismo. Mas Portugal foi dos primeiros países do mundo aboli-los. Nenhum português que viva hoje teve escravos. Todos os portugueses estão sujeitos a leis que  proíbem o racismo e todas as formas de discriminação (religiosa, sexual, racial, etc.).
Os portugueses estão justamente atónitos e indignados. Porque somos acusados de racismo e somos massivamente contra o racismo.
Melhor que nós, di-lo este senhor:


Este programa da extrema-esquerda, de dividir para reinar, está a abrir uma guerra de consequências perigosas. É fácil começar guerras e difícil terminá-las.
A extrema-esquerda está a jogar um jogo perigoso. Para toda a gente.
Esperamos que o bom-senso e a paz prevaleçam.


Se quer perceber melhor a estratégia do SOS Racismo, do Bloco e do Livre:



Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.

Felipe Neto recomenda SODOMIA

  Olavo de Carvalho avisou - é atrás das crianças que eles andam! Felipe Neto, o ídolo da juventude, o queridinho do Sistema, o modelo para ...