segunda-feira, 19 de julho de 2021

Os "confrontos" de Reguengos de Monsaraz...


 

1. Os títulos da Imprensa falam de "confrontos". Mas o que vemos é um grupo de bandidos atacando transeuntes e atropelando pessoas sentadas numa esplanada. 
Um cidadão que está sentado numa esplanada e é atropelado propositadamente está a "confrontar-se" com alguém? 
São destes títulos maliciosos, hipócritas, que estamos habituados a ler quando os terroristas islâmicos em Israel atacam judeus. Não se esqueçam, leitores e amigos, que o que acontece aos judeus, mais tarde ou mais cedo acaba por acontecer a outras pessoas. Sempre assim foi e nós não aprendemos com o exemplo deles. Em Israel, os islamistas atacam inocentes e gozam da simpatia dos jornalistas/militantes esquerdistas, que os identificam como "minorias oprimidas". 
Cá em Portugal, esta "minoria oprimida" que atropela pessoas goza de igual favor da parte dos jornalistas/militantes esquerdistas. Podem cometer os crimes que quiserem, que terão sempre na Imprensa fervorosos defensores, dispostos a contar a história ao contrário. Como em Israel. 

 

Nota em 21.7.2021: Como podem ver, a brigada censuradora do Bloco já está a denunciar em massa os vídeos que mostram os seus amigos a tentar assassinar pessoas inocentes. Mais tarde, quando tiverem desaparecido todos os vídeos do atropelamento, eles vão dizer que nunca aconteceu. Òs comunistas são peritos em apagar a História. Tal como os islamistas.



2. Podemos ver nas imagens que há dois polícias presentes, que nada fazem. E podemos censurá-los? Se tivessem sacado das armas, se tivessem disparado para travar o atropelador, estariam agora a ser acusados de "racismo"!

Mesmo assim os polícias não se livram de problemas. Segundo as notícias, vão ser castigados por não terem travado os bandidos! Kafkiano!

Vale a pena transcrever alguns comentários à notícia acima:

"A IGAI desautoriza as forças policiais e depois acontece isto. Tal como disse um leitor, assim não há violência policial".

" Resolvido sem abuso de autoridade, sem racismo e sem violência policial. Cada vez mais, vai ser resolvido assim".

Escreve um engraçadinho:

"hehehe, a GNR pia fininho, nem se mexe... toma a eles que não lhes toquem"

E tem a resposta devida:

"Achas piada? se calhar se as autoridades tivessem mais poder. Como por exemplo um gajo destes investiu com um carro, sendo perigosamente mortal, pregar lhe um tiro logo nos miolos resolvia se logo muita coisa. Mas nesta falsa democracia bandido faz o que quer".

Escreve um distraído: 

"Uns perfeitos cobardes. Desonram o uniforme que vestem. Merecem bem o subsídio de risco".

E tem as devidas respostas: 

"Veja a reportagem da RTP! O proprietário do restaurante disse que os criminosos (ciganos) o acusaram de racismo!!! Já sabem a cartilha toda, usam o racismo para se defenderem e se a policia tivesse sacado da arma ou os tentasse imobilizar iam dizer que a polícia é racista, que usou de força policial, blá blá. Vergonha é a comunicação social não contar a história toda!".

"vai la tu ó valente! por 930 euros por mês, fora que a seguir eram acusados de racismo xenofobia abuso de força, tinham de pagar o advogado do próprio bolso, com o bocadinho de sorte a comunicação social publica uma foto da cara do militar pondo em risco ele e a sua família, fora o rápido processo da GNR, esse é logo, e sim também têm de pagar o advogado do próprio bolso . Se se aleijarem no serviço vão para casa receber 65% do ordenado base e a guarda só paga quando acabar o processo administrativo que chega a levar anos a ser resolvido. Mas as contas não esperam, mas se és tão valente porque não te alistas e vais fazer melhor. A culpa destas coisas acontecerem é da culpa dos portugueses no geral que com a permissividade e direitos e falta de deveres estão a começar a pagar a factura."

 Com muito sentido de humor (negro), comenta um leitor:

"Se estiverem vacinados não há problema".



3 - A esquerda só consegue ver o mundo em termos de opressores e oprimidos. As minorias, em geral, são vistas como "vítimas" - sobretudo os elementos criminosos que pertençam a minorias. 
De modo que quando um membro de uma minoria ataca um membro de outra minoria, a esquerda e o seu exército de jornalistas, não sabem quem culpar. Ficam atarantados e calam-se.
A esquerda cria esta divisão da Sociedade em géneros, em orientações sexuais, em religiões, em raças, em etnias, e depois enreda-se nas suas próprias contradições.
É triste que a Polícia esteja a ser desmoralizada e desrespeitada porque a esquerda conseguiu fazer vingar a sua narrativa de que certas minorias, façam o que fizerem, são sempre vítimas do "sistema", do "patriarcado", do "capitalismo" e de outros papões. Que triste idiotice! 
OBVIAMENTE que nem todos os ciganos cometem crimes e desacatos! O que é lamentável é que sua condição de ciganos os mantenha acima das leis que todos somos obrigados a cumprir. Isso sim, é menosprezar os ciganos! Isso sim, é RACISMO! Isso sim, desmoraliza toda a sociedade e é susceptível de abrir a porta a sentimentos revanchistas e a ideologias radicais.

 

4. O mais idolatrado mentor da estratégia esquerdista da guerra racial em Portugal diz textualmente que se deve MATAR O HOMEM BRANCO:

 


O muçulmano, comunista, antissemita e racista, é taxativo:

Mamadou Ba diz que se deve MATAR O HOMEM BRANCO

Leia também:

FREE MAMADOU BA!

A Intifada da Margem Sul

O Caso Giovani e a Guerra Racial dos Mamadous

Quem matou Giovani e a guerra racial em curso

Caso Jamaica: Bloco de Esquerda quer Portugal a arder

Polícia mordido, motorista espancado e... "racismo"!

 

5. Governo e Oposição culpam... a POLÍCIA!

VERGONHA!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.

Suspendemos aqui as postagens regulares

  A todos os excelentes amigos e fiéis leitores, que sempre nos honraram com o seu apoio, o nosso MUITO OBRIGADO!