segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

FREE MAMADOU BA!


(Clique e assine)
 

"Jovens" cercam carro da Polícia e intimidam agentes:

 
"Jovens" recebem a Polícia com pedras, garrafas e insultos:

 
"Jovens" recebem a Polícia "em festa":


 Etc., etc., etc....


Todos os dias vemos pessoas que foram doutrinadas para se julgarem vítimas de racismo a atacarem a Polícia. Já entrou no dia-a-dia. Mas poucos se lembram como é que começou e quem as doutrinou. Talvez nem se lembram de quem chamou o boi pelo nome mas que teve que correr a desculpar-se, ou teria acabado preso:

 


"Portanto, fica o aviso que por estas bandas, não pastarão. [sic]" - escreveu o comunista muçulmano senegalês racista e antissemita Mamadou:


Mas ele não teve que retirar a publicação e continua a ser intocável. Ele pode chamar bosta da bófia e mandar as pessoas pastar, mas se lhe chamarem Mamadou Boi, Mamadou Bode, Mamadou Bosta ou Mamadou Besta, é "racismo". Lembramos como tudo começou:

(...) No domingo passado, a polícia foi chamada a Vale de Chícharos após ter sido alertada para "uma desordem entre duas mulheres". Segundo a PSP, um grupo de homens reagiu à intervenção dos agentes da polícia quando estes chegaram ao local, atirando pedras. Do incidente resultaram feridos, sem gravidade, cinco civis e um agente. Algumas das pessoas do bairro divulgaram um vídeo nas redes sociais e acusaram as autoridades de uso excessivo de força e racismo. 

Na segunda-feira, decorreu uma manifestação contra a violência policial, convocada nas redes sociais, em frente ao Ministério da Administração Interna, em Lisboa, que resultou em quatro detenções por apedrejamento aos agentes da PSP, de acordo com a polícia.

Nos dias seguintes aos protestos ocorreram diversos atos de vandalismo, como caixotes de lixo queimados e carros vandalizados, nos concelhos de Loures, de Sintra, de Odivelas e de Setúbal (...)

CORREIO DA MANHÃ, 28 de Janeiro de 2019

(Nota interessante: em menos de duas horas, após publicarmos este post, o CM, que dava livre acesso ao artigo acima referido, passou a exigir registo).

Por estas e outras ninguém grama este gajo (a não ser a malta da extrema-esquerda e ralé afim).

 

(Clique e assine)
 
 
 

 

Ora o Grande Mamadou fez o favor de vir habitar entre nós, simples mortais. No entanto (como é regra nestes casos) tem uma razão de queixa: há gente branca a mais em Portugal. Mais precisamente... toda a gente! Como resolver o problema? Obviamente, exterminando essa gente, para que o Grande Mamadou possa sentir-se mais feliz. É ele que o propõe, embora não saibamos se o extermínio é com balas e assim, ou se passará por soluções criativas, tais como pintar os Brancos de preto:

Mamadou Ba diz que se deve MATAR O HOMEM BRANCO

 
 
 
 
 
A Imprensa, obviamente, apoia esta excelente iniciativa do Grande Mamadou:

Felizmente, podemos resolver o problema do Grande Mamadou!


O racista, comunista, muçulmano, apoiante do terrorismo islâmico, antissemita, odiador de Portugal e milionário pago pelos contribuintes portugueses, diz que "a Europa é uma prisão a céu aberto":

 


Por feliz coincidência, está a decorrer uma petição que pode libertar o Mamadou Ba desta prisão europeia:

 


Ainda vai só em 30.676 assinaturas, mas se as pessoas não tivessem (justificado) receio de sofrer represálias da Esquerda, haveria uns bons milhões de portugueses a assinar esta petição para libertar o Mamadou, para o devolver ao seu Senegal natal, ao seu paraíso primordial! Longe da "Babilónia".

(Clique e assine)

 

Pessoal do meu bairro
Venham cá abaixo
E tragam os pássaros

O Passaredo
O Passarame
O Passaredo
O Passarame

 



 
COMENTÁRIO

A cor da pele do Mamadou (e sobretudo e religião) permitem-lhe fazer tudo e dizer tudo. É intocável. Quem discordar dele é "racista". A estratégia da Esquerda é igual em todo o Mundo. Colocar pessoas de pele não branca em lugares de destaque é uma delas. Nos Estados Unidos, por exemplo, temos a inacreditável Illan Omar. Assim, fica o caminho mais facilitado para a necessária substituição populacional e para a almejada "Revolução".

Alguns posts elucidativos (e alguns deles muito completos):

EURÁFRICA - Vêm aí 150 a 200 milhões de africanos

VÍDEO - “Estamos a invadir-vos. Não gostamos do vosso país. Estamos cá para vos explorar.”

Supremo Tribunal de Israel abre a porta a milhões de ilegais africanos

"MATEM OS BRANCOS!"

"Brancos agredidos brutalmente por negros: imagens terríveis..."

Líder muçulmana dos Black Lives Matter declara que brancos não são humanos e apela ao seu extermínio

 

A Intifada da Margem Sul

O Caso Giovani e a Guerra Racial dos Mamadous

Quem matou Giovani e a guerra racial em curso

Caso Jamaica: Bloco de Esquerda quer Portugal a arder

Polícia mordido, motorista espancado e... "racismo"!

 

Candidata democrata Negra falsifica o seu espancamento e sequestro em directo no Facebook

"Manifestantes" matam David Horn, polícia e Negro, e ninguém liga

VÍDEO: Polícia brutalmente espancado. Espectadores riem e transmitem no Facebook.

Menino de 5 anos executado a tiro por afro-americano: Silêncio dos media causa indignação

Aeroporto de Gaulle ocupado: “A França não pertence aos franceses!”

"Os brancos devem sair de África e deixar os africanos invadir a Europa"

“A França é um país racista. Somos mais espertos que os brancos. É um país de analfabetos ”

LIVRE: Nova afronta à bandeira nacional e a PORTUGAL

"O homem branco não pode ter razão contra uma negra e uma árabe" - Maboula Soumahoro



(Clique e assine)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.

Adolescentes emboscados por drag-queen na igreja

Dantes, nos tempos da "Guida Scarlatti", estes espectáculos chamavam-se de travesti, eram para adultos e decorriam no famoso clube...